Matheus Ribeiro não empolga e Dorival estuda opções na lateral

Em meio à ausência de Zeca, ele foi titular nos dois últimos jogos do Santos. Contra o Santa Fé, porém, Matheus não teve boa atuação, e deve perder espaço para Copete ou Jean Mota

Comentar
Compartilhar
06 MAI 2017Por Diário do Litoral17h28
Matheus Ribeiro foi substituído no intervalo contra o Santa Fé (Col)Matheus Ribeiro foi substituído no intervalo contra o Santa Fé (Col)Foto: Divulgação/Santos FC

O técnico Dorival Júnior deve promover uma nova mudança na lateral esquerda do Santos para o jogo contra o Paysandu, no próximo dia 11 (quarta-feira), pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Matheus Ribeiro, que vinha sendo o titular na posição, deve retornar ao banco de reservas.

Na vitória sobre o Santa Fé, na última quinta-feira, ele teve atuação apagada e acabou substituído ainda no intervalo. Há o entendimento que Matheus precisa de uma sequência para deslanchar na equipe, mas a Comissão Técnica acredita que, no momento, existem opções melhores para o setor.

A principal delas é o atacante Copete. No jogo contra o time colombiano, ele teve boa atuação e contra a equipe paraense, na Vila Belmiro, marcou o último gol do Peixe na vitória, por 2 a 0. Ele será testado novamente na posição durante os trabalhos da próxima semana e pode ser novidade.

Uma outra alternativa é a volta de Jean Mota. Ele cumpriu suspensão automática no jogo da última quinta-feira e será novamente opção na equipe. Após a lesão de Zeca, Mota assumiu a condição de titular e vinha sendo elogiado por Dorival, mas agora vive com a sombra de Copete na posição.

Em recuperação

Titular absoluto da posição, o lateral-esquerdo Zeca está em recuperação de uma lesão no menisco do joelho esquerdo e só deve retornar à equipe no início do próximo mês. Ele voltou a correr no gramado nos últimos dias, mas o Departamento Médico do clube adota cautela para um retorno.

Caju, reserva imediato na posição, se recupera de uma grave lesão na coxa esquerda. Assim como Zeca, voltou aos trabalhos no gramado nos últimos dias, mas também deve voltar a ser opção em junho.