Massa torce por pista seca para ficar entre os cinco primeiros

O brasileiro ficou com a sétima colocação do grid da Malásia, com a marca de 1min52s473 no Q3 do treino classificatório

Comentar
Compartilhar
28 MAR 201512h23

A chuva que atingiu o circuito de Sepang durante o treino classificatório para o Grande do Prêmio da Malásia de Fórmula 1 atrapalhou o brasileiro Felipe Massa, que novamente teve problemas para andar em ritmo competitivo com sua Williams na pista molhada. Por isso, ele torce para que a prova deste domingo seja disputada com tempo firme para que ele se coloque entre os cinco primeiros da classificação.

Massa ficou com a sétima colocação do grid da Malásia, com a marca de 1min52s473 no Q3 do treino classificatório. A pole foi de Lewis Hamilton, com 1min49s834, seguido de perto por Sebastian Vettel. Companheiro do brasileiro na Williams, Valtteri Bottas fez apenas o nono tempo. O finlandês, no entanto, largará em oitavo, beneficiado por uma punição ao francês Romain Grosjean.

“Não foi o dia mais fácil hoje. Acho que no seco nós dois podemos ficar entre os cinco primeiros. Ainda temos alguns do problemas que enfrentávamos na temporada passada, então torço que possamos resolvê-los agora”, disse Massa. “Amanhã parece que não choverá, então espero que possamos ter uma corrida melhor”, completou o brasileiro.

Felipe Massa deixou o circuito de Sepang desapontado com rendimento (Foto: Divulgação/Williams)

Além de seus próprios problemas de rendimento com pista molhada, a Williams tem que conviver com a grande evolução da Ferrari. A escuderia italiana aparece neste fim de semana já claramente como segunda força da Fórmula 1, aproximando-se da Mercedes e com vantagem para o time britânico.

Com a pista seca, a diferença entre Williams e Ferrari é menor do que debaixo de chuva. No último treino livre, disputado na manhã de sábado três horas antes da tomada de tempos classificatória, Massa foi o quinto colocado, com 0s125 de desvantagem para Vettel.

“Estou um pouco desapontado em como foi o dia hoje. Achei que fiz uma boa volta, então fiquei surpreso em ver que fui só o nono”, disse Bottas. “Temos algum trabalho a fazer no nosso desempenho com pista molhada. Tomara que esteja seco amanhã, mas também será um dia quente e nada fácil, especialmente em nono”.