Massa assume risco por escolha de pneus macios na classificação

O brasileiro acredita que sua condição para a corrida pudesse ser ainda melhor se ele não tivesse perdido tempo no segundo setor do autódromo de Nova Délhi em sua melhor volta

Comentar
Compartilhar
26 OUT 201312h49

O brasileiro Felipe Massa resolveu arriscar na estratégia para o Grande Prêmio da Índia de Fórmula 1. Diferentemente de seu companheiro de equipe Fernando Alonso, ele utilizou pneus macios no Q3, já sabendo da alta deterioração destes compostos em Nova Délhi. Com a quinta colocação do grid, torce para ter feito a escolha certa.

A primeira colocação do grid ficou com o alemão Sebastian Vettel da Red Bull, seguido por Nico Rosberg e Lewis Hamilton, da Mercedes, todos os três com pneus macios. Utilizando compostos médios, Mark Webber ficou com a quarta posição, logo à frente de Massa. Alonso fez o oitavo tempo.

“Será interessante descobrir quem fez a melhor escolha. Hoje os médios ainda pareciam durar muito mais, mas a evolução da pista e aumento de aderência podem segurar a deterioração dos macios. Amanhã não será fácil porque com carros com diferentes estratégias qualquer coisa pode acontecer. Tentarei passar Webber no começo, me aproveitando de que ele está com médios. Tomara que eu tenha feito a decisão certa que me permitirá ter uma boa corrida”, afirmou Massa.

O brasileiro acredita que sua condição para a corrida pudesse ser ainda melhor se ele não tivesse perdido tempo no segundo setor do autódromo de Nova Délhi em sua melhor volta. Ele andou a 1min25s201, apenas 0s154 mais lento do que Webber, dono da quarta posição.

Diferentemente de seu companheiro de equipe Fernando Alonso, ele utilizou pneus macios no Q3 (Foto: Frank Augstein/Associated Press/AE)

“Estou razoalvemente satisfeito com o classificatório, mesmo que não tenho conseguido acertar a volta perfeita. Infelizmente, perdi tempo no segundo setor e talvez isso tenha me custado uma ou duas posições. Mas estamos no jogo e fizemos nosso melhor”, disse.