Martino entende queda de produção de Neymar e culpa extracampo

De acordo com o treinador, a lesão no tornozelo e a polêmica de sua transferência são os maiores culpados pelo momento do atacante

Comentar
Compartilhar
15 MAR 201414h50

Técnico do Barcelona, o argentino “Tata” Martino entende a queda de produção de Neymar, que vem sendo questionado pela imprensa e torcida  espanholas recentemente. De acordo com o treinador, a lesão no tornozelo e a polêmica de sua transferência são os maiores culpados pelo momento do atacante.

“Quando um jogador fica um mês fora, demora mais pra ele voltar a jogar em grande nível. Também teve um inconveniente que surgiu em torno de sua contratação. Penso que, se temos que encontrar um motivo, é mais fora de campo do que dentro”, disse em coletiva de imprensa neste sábado.

Martino também descartou que o posicionamento do brasileiro seja outro culpado – durante os jogos do time culé, o camisa 11 vem se isolando na ponta esquerda, tendo pouco espaço para tabelar. No Santos, por exemplo, ele atuava muito mais próximo da área.

Técnico argentino fez questão de defender brasileiro, que vem oscilando no Barça (foto: Miguel Ruiz/FC Barcelona)

“O melhor momento do Neymar foi nas posições de ponta-esquerda e centroavante. Ele jogou pela direita pela primeira vez esses dias”, explicou “Tata” Martino, que também falou sobre o problema defensivo da equipe, sempre defasada pelo alto.

De saída do clube, Puyol sofre com as constantes lesões. Marc Bartra ainda é considerado muito jovem para assumir a titularidade do Barça, e o volante Alex Song não inspira muita confiança. Com este panorama, o comandante cogitou improvisar até o lateral-esquerdo Adriano como defensor.

“Se tivermos algumas necessidades na posição de zagueiro, temos Adriano, Busquets e Song, além do Bartra e do Mascherano”, finalizou. Atualmente, o sistema defensivo vem sendo formado por Piqué e Mascherano, dupla que ainda não conseguiu garantir segurança aérea.