Maldonado perde na Rússia com decisão polêmica e contestada dos juízes

Lutando contra ele em São Petersburgo na Rússia, Maldonado aguentou o início avassalador do adversário

Comentar
Compartilhar
18 JUN 2016Por Da Reportagem23h13
Fabio Maldonado (o Caipira de Aço) da Memorial chegou bem perto de nocautear Fedor EmelianenkoFabio Maldonado (o Caipira de Aço) da Memorial chegou bem perto de nocautear Fedor EmelianenkoFoto: Divulgação

Fabio Maldonado (o Caipira de Aço) da Memorial chegou bem perto de nocautear Fedor Emelianenko, considerado uma lenda no MMA como o melhor peso pesado da história.

Lutando contra ele em São Petersburgo na Rússia, Maldonado aguentou o início avassalador do adversário, e quando encaixou um direto no queixo e em seguida cruzado de esquerda,Fedor caiu, foi alvo de uma série de golpes sem defesa na cabeça, sem que o árbitro interrompesse a luta. Fedor conseguiu se levantar totalmente grogue e desorientado, e o nocaute parecia uma questão de tempo. Em determinado momento ainda no primeiro round, num clinche junto a grade, mais um momento estranho da luta, o juiz interrompeu a troca de golpes para recolocar o protetor bucal de Fedor. Para todos que transmitiam e comentavam a luta, o primeiro round acabou em um 10-8 para o brasileiro incontestavelmente. Fedor equilibrou os dois rounds seguintes, e o mais justo seria um empate.

O anúncio do resultado final deixou bem claro o que todos temiam da luta temiam: vitória de Emelianenko na decisão majoritária (dois votos por sua vitória e um empate). Vencer o maior lutador russo em sua terra natal por decisão dos jurados seria bem difícil e praticamente impossível.

Logo após o término da luta, a imprensa especializada e as comunidades de MMA das redes sociais discordaram da decisão e criticaram abertamente a pontuação não dando 10-8 para Maldonado no primeiro round, o que faria com que a luta terminasse num justo empate.

Maldonado (Memorial) não foi moralmente derrotado e com certeza representou o Brasil com extrema dignidade e garra, fazendo desta luta com Fedor um grande feito para o MMA de nosso país.