Luiz Gustavo vê triunfo sobre França como “passo em busca da perfeição"

Depois de bater a França, a Seleção Brasileira se prepara para enfrentar o Chile às 11 horas (de Brasília) do próximo domingo, em Londres

Comentar
Compartilhar
27 MAR 201514h52

Com um gol de cabeça marcado por Luiz Gustavo, a Seleção Brasileira venceu a França por 3 a 1 na tarde da última quinta-feira. Para o volante, remanescente da Copa do Mundo 2014, o triunfo é mais uma etapa na evolução do time comandado pelo técnico Dunga.

“O que nos deixa mais felizes é saber que estamos em um bom caminho, melhorando jogo a jogo. Isso é o mais legal, o mais importante. Demos mais um passo em busca da perfeição. Sabíamos da dificuldade e da responsabilidade da partida. Graças a Deus, conseguimos fazer um bom jogo e saímos com um grande resultado”, disse o atleta à CBF TV.

Jogando em Saint-Denis, o time da casa abriu o placar com um gol de Varane. A Seleção Brasileira empatou através de Oscar e conseguiu a virada por meio de Neymar e Luiz Gustavo, um volante que se mantém atento às oportunidades que a partida oferece para se aproximar do gol adversário.

Leia também:
Dunga estuda mudanças na escalação do Brasil contra o Chile

Luiz Gustavo comemora terceiro gol no triunfo da Seleção em amistoso sobre a França (Foto: AFP)

“Minha maior característica é defender, mas procuro participar do jogo e ler bem as situações para, quando surgir a chance, ir ao ataque, arriscar um chute de longa distância e até mesmo colocar os companheiros na cara do gol. O importante é que o time esteja bem preparado para as dificuldades”, afirmou o volante.

O triunfo alcançado pela Seleção na tarde de quinta-feira foi especial na medida em que o Stade de France foi o palco do vice-campeonato do Brasil diante do time da casa na Copa do Mundo 1998. Na ocasião, Didier Deschamps, atual técnico da França, derrotou Dunga.

Depois de bater a França, a Seleção Brasileira se prepara para enfrentar o Chile às 11 horas (de Brasília) do próximo domingo, em Londres. Em função do curto espaço de tempo entre os dois jogos amistosos, o técnico Dunga deve promover algumas mudanças na equipe.