Lucas Veríssimo treina entre os titulares e deve assumir vaga de Gustavo Henrique

Zagueiro ganhou disputa com Luiz Felipe em treino desta sexta e deve atuar contra o Internacional. Gustavo, expulso na quarta, cumpre suspensão

Comentar
Compartilhar
27 MAI 2016Por Diário do Litoral17h23
Lucas Veríssimo deverá voltar ao time titularLucas Veríssimo deverá voltar ao time titularFoto: Divulgação/Santos FC

O zagueiro Lucas Veríssimo deve ser o substituto de Gustavo Henrique, que foi expulso no duelo contra o Figueirense, na última quarta-feira, no Orlando Scarpelli. O jogador ganhou a disputa com Luiz Felipe em treino realizado nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé, e tem grandes chances de atuar contra o Internacional, neste domingo, na Vila Belmiro, pela quarta rodada do Brasileirão.

Após conceder folga aos jogadores na última quinta-feira, o técnico Dorival Júnior retornou às atividades e comandou treino tático com os titulares. A única mudança foi a entrada de Lucas Veríssimo, que não foi relacionado para o duelo contra os catarinenses. Em parte da atividade, no entanto, ele testou Luiz Felipe na equipe.

As outras novidades são o meia Léo Cittadini e zagueiro Paulo Ricardo. Ambos estão recuperados de lesões e devem estar à disposição no banco de reservas para o duelo contra os gaúchos. O meia/volante não atua desde o clássico contra o Palmeiras, na semifinal do Paulistão, e o jovem zagueiro não é opção desde o início do ano.

O centroavante Ricardo Oliveira, ainda com dores no joelho direito, não apareceu no gramado e não tem previsão quanto ao seu retorno. O jogador segue realizando sessões de fisioterapia, e não tem descartada uma cirurgia pelos médicos do clube. A definição médica deve acontecer na próxima semana, caso não se tenha avanço no quadro clínico do camisa 9.

Lucas Lima e Gabriel também são ausências na equipe. Eles estão a serviço do técnico Dunga para a disputa da Copa América Centenário, em junho, e podem ficar de fora até a 12ª rodada do Brasileirão. Ambos, no entanto, são alvos de clubes europeus e podem nem retornar ao clube.