IDOLATRIA DO TRICOLOR

LENDAS: Veja quem são os cinco maiores ídolos da história do São Paulo

Veja quais são os cinco maiores ídolos da história do São Paulo Futebol Clube eleitos pela Gazeta e Diário do Litoral

Leonardo Sandre

Publicado em 23/08/2022 às 18:22

Atualizado em 20/05/2024 às 16:05

Compartilhe:

Veja os cinco maiores ídolos da história do São Paulo / Reprodução

Após a origem dos apelidos dos grandes clubes paulistas, a Gazeta traz agora o "top five" com os maiores ídolos da história de cada clube. Veja abaixo, em ordem crescente, os cinco maiores ídolos da história do São Paulo Futebol Clube, segundo a reportagem.

 

5 - LEÔNIDAS DA SILVA

O "Diamante Negro" - sim, o famoso chocolate tem seu nome em homenagem a ele -, que segundo historiadores foi quem eternizou e tornou a "bicicleta" algo tão famoso e esbelto em nosso futebol, era considerado o Rei do Futebol, até o surgimento do Pelé.

Chegou ao São Paulo com desconfiança, com idade razoavelmente avançada, mais de um ano sem atuar, mas fez valer cada centavo investido: em sete paulistas disputados, conquistou cinco. Em 214 jogos pela equipe, totalizou 144 gols, sendo assim até hoje o 8º maior artilheiro da história do São Paulo, segundo dados do próprio clube.

É justo considerar Leônidas como o protagonista da época do agigantamento da equipe, afinal depois que ele chegou, os títulos vieram de monte.

Arte feita em 2013, em homenagem aos 100 do Diamante Negro/ Divulgação saopaulofc.net

4 - RAÍ

O histórico camisa 10 apelidado merecidamente de "Terror do Morumbi" parecia só faltar fazer chover em campo.

É bem verdade que mais recentemente, fora das quatro linhas e dentro da diretoria do São Paulo na Gestão Leco, o ídolo não conseguiu fazer um bom trabalho, mas nada que ofusque sua história como jogador: craque do time histórico do São Paulo de Telê Santana, protagonista da Libertadores e Mundial de 1992.

Retornou ao clube em 1998, e no mesmo dia de seu retorno já entrou em campo na final do Paulista e fez o gol do título contra o arquirrival Corinthians, feito esse que demonstra a grandeza e estrela que Raí tem no time do Morumbi.

rai sao pauloRaí, o Terror do Morumbi, eterno camisa 10 do São Paulo FC/ Divulgação saopaulofc.net

3 - MURICY RAMALHO

Ótimo como jogador, extraordinário como técnico, e quem carrega o título dado pelos torcedores de ser "o maior São-Paulino vivo", Muricy Ramalho colecionou trófeus e feitos históricos no Clube da Fé. Muricy praticamente nasceu no time, onde esteve na maioria dos anos de sua carreira como treinador, além é claro, de ser são-paulino assumido.

Entre seus feitos eternizados estão: Três Brasileiros de forma consecutiva (2006/07/08) - único clube a conseguir tal feito até os dias atuais, além de salvar o time do rebaixamento em 2013, colocando ordem na casa e repondo a equipe nos trilhos das vitórias, chegando a ser vice-campeã do mesmo campeonato na edição seguinte.

Muricy, inclusive, abandonou seu trabalho como comentarista do Grupo Globo para poder, novamente, ajudar seu clube do coração. Eficiente e inesquecível, afinal "aqui é trabalho, meu filho".

Muricy Ramalho em campanha mágica, levando 3 Brasileirões seguidos/ Rubens Chiri - saopaulofc.net

2 - TELÊ SANTANA

Mais que conquistas (o que ele teve de sobras), possui sua filosofia eternamente registrada no clube. Rígido, porém para lá de eficaz, Telê espantou de vez a fama de pé frio que lhe acompanhava, além de tudo com um futebol mágico, muito belo de se assistir.

Bicampeão da Libertadores e Bicampeão Mundial, de forma consecutiva, 1992 e 1993, Telê Santana ainda pode levar os créditos de ter sido o mentor de Muricy Ramalho, outro nome de enorme sucesso pelo clube, anos depois.

Não apenas no São Paulo, o ex-técnico é até hoje citado no Brasil e até internacionalmente como um dos melhores treinadores da história do esporte.

Técnico Telê Santana, multicampeão pelo São Paulo FCMestre Telê Santana, considerado um dos melhores treinadores da história do futebol/ Divulgação saopaulofc.net

1- ROGÉRIO CENI

Para nenhuma surpresa do público, o M1to fica em primeiro lugar do pódio e dispensa apresentações, sendo não apenas o maior ídolo do clube, como um dos maiores jogadores historicamente do futebol mundial, afinal, Ceni está no Guiness Book (o livro dos recordes) e em mais de uma categoria!

1237 jogos pelo Tricolor do Morumbi, sendo o jogador que mais vezes vestiu a camisa de um mesmo clube; 131 gols, sendo o goleiro com mais gols na história do futebol, sendo 61 de falta, 69 de pênalti e um considerado de bola rolando; 971 jogos como capitão da equipe, sendo o jogador que mais vezes atuou vestindo a braçadeira de uma equipe.

Isso tudo além de mais de 30 títulos - incluindo Libertadores, Mundial, três Brasileiros seguidos, Paulista e Sul-Americana, e mais de 25 anos de clube.

Rogério Ceni celebra seu centésimo gol, marcado em cima do Corinthians/ Rubens Chiri - saopaulofc.net

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Variedades

Com retorno de Michael Keaton, 'Os Fantasmas Ainda se Divertem' ganha novo trailer

Produção é dirigida novamente por Tim Burton

Variedades

Litoral de SP recebe na próxima semana a Festa da Pamonha; confira a programação

Evento oferece várias opções gastronômicas, inclusive há espaço para uma ação solidária

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter