Lenda do kickboxing ministra palestra em Santos

A cidade de Santos recebeu na noite de ontem (8) um seminário realizado pelo lendário campeão dos médios da Professional Karate Association (PKA) Bill Wallace.

Comentar
Compartilhar
09 NOV 2019Por LG Rodrigues07h01
Bill Wallace (à esquerda) esteve em Santos e realizou palestras para atletas sobre técnicas e o futuro do kickboxing.Foto: NAIR BUENO/DIÁRIO DO LITORAL

A cidade de Santos recebeu na noite de ontem (8) um seminário realizado pelo lendário campeão dos médios da Professional Karate Association (PKA) Bill Wallace. Hoje aposentado, o ex-campeão conversou com atletas de toda a região e recontou sua trajetória.

Considerado o pai do kickboxing, Wallace, hoje aos 73 anos de idade, veio ao Brasil para realizar uma série de seminários e se encontrar com atletas para divulgar o esporte e incentivar lutadores que estão dando os primeiros passos na carreira.

"O kickboxing está crescendo e crescendo muito. As técnicas estão muito melhores do que quando eu estava lutando, os atletas são mais rápidos, mais fortes e porque eles experimentam técnicas e as melhoram. Meu trabalho no Brasil durante esse fim de semana é dar ideias para técnicas de chute no esporte e flexibilidade", afirma.

Ele destaca que as técnicas não necessariamente precisam ser inovadoras para todos os atletas e que sempre teve uma boa perna e braço esquerdos e isso funcionou para ele durante toda a vitoriosa carreira. A curta visita pelo Brasil deverá se encerrar na terça-feira, quando ele irá retornar aos Estados Unidos.

"Estive no Brasil há muitos anos, mas estou achando Santos e São Paulo maravilhosas, as pessoas são fantásticas. É uma pena que eu tenha chegado aqui com chuva".

Além de ter uma carreira vitoriosa no esporte, Wallace também é famoso por ter estrelado em filmes de Hollywood, tendo uma participação especial no longa-metragem 'Força Destruidora', de 1979, onde ele atuou ao lado de Chuck Norris e enfrentou o lendário ator.

Sobre a cidade de Santos não ter grande contato com o kickboxing, Wallace explica que é mais fácil de se trabalhar na introdução do esporte pelo fato de que não é necessário fazer com que os atletas esqueçam hábitos.

"De certa forma, é ótimo trabalhar em um local que não conhece tanto o esporte porque não há 'vícios', o que é ótimo porque gosto de treinar e ensinar o kickboxing até para as crianças", afirma.

Além da modalidade já citada, Wallace também teve grande contato durante sua carreira com o karatê e diz que a popularidade do MMA tem auxiliado o esporte a ficar cada vez mais popular em todo o planeta.

"Toda a família Grace é grande amiga minha e é ótimo estar no país deles", conclui.