X
Esportes

Leco vê mercado escasso e considera retorno de Calleri “difícil”

Autor de 16 gols em 31 jogos pelo São Paulo, o atacante argentino atualmente defende o West Ham

Leco, presidente do São Paulo, considera improvável volta de Calleri em breve / Fernando Dantas/Gazeta Press

Com uma rápida e bem-sucedida passagem pelo Morumbi no ano passado, o atacante Jonathan Calleri deixou saudades. Carlos Augusto de Barros e Silva, presidente do São Paulo, espera que o atleta retorne ao clube em algum momento, mas considera improvável que a volta se concretize nos próximos dias.

“O São Paulo tem esperança, acha que ele voltará a vestir nossa camisa, mas hoje, diante do posicionamento das pessoas que detêm seus direitos econômicos, fica difícil”, declarou o dirigente, mais conhecido como Leco, em entrevista à ESPN Brasil.

Autor de 16 gols em 31 jogos pelo São Paulo, Calleri atualmente defende o West Ham. Os empresários que gastaram R$ 40 milhões para comprar o atacante do Boca Juniors desejam que o argentino permaneça no West Ham até o fim de maio, data do encerramento do contrato.

“Fica a constatação de que o mercado está muito difícil, muito escasso, sem maiores possibilidades. Estamos abertos e atentos ao que possa ocorrer. Não é uma questão fechada, mas hoje não existe um nome ou perspectiva efetiva”, disse Leco ao ser questionado sobre a chance de contratar um centroavante.

A posição é uma das mais carentes no elenco tricolor. No momento, Rogério Ceni conta apenas com Gilberto e Andres Chavez para o setor. Na semana passada, a diretoria desistiu oficialmente de Cristian Colmán, do paraguaio Nacional, que não entrou em acordo em relação à forma de pagamento da transação.

Se Calleri ficou longe, o volante Jucilei está perto e depende apenas de uma liberação do Shandong Luneng para ser anunciado pelo São Paulo, provavelmente por empréstimo de um ano. Com o elenco ainda em formação, o time tricolor enfrenta o rival Corinthians a partir das 21 horas (de Brasília) deste sábado, na final da Copa Flórida.

“O Corinthians é uma grande agremiação e que sempre nos obriga a disputar o jogo com toda intensidade, contando com todas as nossas forças. Espero que corra tudo bem. Acabei de ler que São Paulo pode fazer 10 jogos contra o Corinthians (em 2017). Então, é mais um grande momento do futebol”, afirmou Leco.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ELEIÇÕES 2022

Janones critica 'arrogância' de discurso da esquerda no Twitter

'Arrogância de setores da elite intelectual não lhes permite compreender que João Gomes forma mais opinião que Chico e Caetano', escreveu

Meio Ambiente

Desmatamento na Amazônia caminha para se tornar incontrolável, dizem especialistas

Com os níveis atuais de desmatamento registrados -com diversos meses com destruição amazônica acima dos 1.000 km²-, os compromissos climáticos internacionais do Brasil podem ficar em xeque, especialmente a redução da emissão de gases-estufa

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software