X
Esportes

Kazim, Lucca, Danilo e mais 2 viram candidatos à vaga de Jô no Corinthians

Nenhum deles, porém, têm as mesmas características do artilheiro corintiano em 2017

Kazim é uma das opções do técnico Fábio Carille para a vaga de Jô / Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

O Corinthians dará início à temporada sem um jogador contratado para a vaga de Jô, vendido ao futebol japonês. A menos de uma semana do primeiro jogo da temporada, diante do PSV Eindhoven-HOL na quarta-feira que vem, cinco atletas do atual elenco brigam pela posição -nenhum deles, porém, têm as mesmas características do artilheiro corintiano em 2017.

Hoje, o técnico Fábio Carille conta com Kazim, Carlinhos, Lucca, Danilo e Júnior Dutra para a referência do ataque do Corinthians. Apenas os dois primeiros são centroavantes de origem, enquanto o restante teria de ser adaptado na área.

Lucca, que retornou ao Corinthians depois de empréstimo, atuou mais vezes na posição com a camisa da Ponte Preta durante a competição e até no Corinthians, no segundo semestre de 2016. Já Júnior Dutra, recém-contratado pelo clube, só disputou duas partidas do Campeonato Brasileiro como centroavante do Avaí.

"Conversei com o Carille que, se ele precisar, já joguei ali. Não forçando algo, mas joguei o Brasileiro pelos lados e ele me conhece jogando ali. Não sou uma referência, como é o Jô, o Kazim. Sou aquele falso 9, tenho altura boa, mas sou mais de movimentação e explorar velocidade. Acho que mudaria a característica do time, mas cheguei agora e quero estar bem para jogar onde precisar", disse o atacante na primeira coletiva como jogador do clube.

Danilo, recuperado de uma grave lesão na perna, desempenhou essa função por 32 minutos na última partida do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, Jô ficou fora do jogo por opção e Kazim iniciou o duelo como titular, dando lugar ao veterano jogador no segundo tempo. Na avaliação de Carille, por causa das condições físicas, a referência é a única posição em que ele pode ser aproveitado em 2018.

Kazim e Carlinhos, por sua vez, não conseguiram convencer nos jogos e treinos. O atacante turco marcou apenas dois gols na temporada, mesmo entrando em campo 28 vezes. O artilheiro da última Copinha teve uma chance no time, mas não conseguiu aproveitá-la.

'SITUAÇÕES NA MESA'

A diretoria do Corinthians acredita que o time precisa de um jogador que possa suprir a fala de Jô, que marcou 25 gols com a camisa corintiana em 2017. O clube, entretanto, vê dificuldades no mercado. Além da falta de opções, os dirigentes alvinegros entendem que hoje há salários desproporcionais no futebol brasileiro.

Diante desse cenário, Alessandro Nunes, gerente de futebol alvinegro, disse que clube contratará um substituto para Jô mantendo os pés no chão, mesmo com um valor alto recebido à vista pela venda de um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro.

"Não é tão fácil responder ao que o mercado te oferece. Se você tem uma posição financeira privilegiada, você vai e aponta o melhor, mas não é o que a maioria dos clubes hoje pode oferecer. Não tem sido nada fácil. Acredito que tenha um atleta que possa nos qualificar no setor. Infelizmente ainda não temos. A gente toma as decisões com muita segurança. Não vamos fazer loucura, trazer jogador para ganhar R$ 800 mil", explicou o dirigente.

De acordo com Alessandro, algumas opções para a vaga já foram discutidas com Carille em reuniões. A partir disso, o clube alvinegro foi ao mercado tentar a contratação de mais um centroavante.

"Nos acostumamos a jogar em 2017 com um jogador de área, referência. O ideal seria entregar o mais próximo disso. Já conversamos com o treinador, eu e o presidente [Roberto de Andrade], a busca está sendo intensa, estamos colocando muitas situações na mesa", explicou o gerente.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Entretenimento

Dilsinho e grupo Di Propósito agitam o Rocket Sea Club, em São Vicente, neste sábado (13)

Rocket Sea Club é o mais novo espaço de shows, culinária e entretenimento da Baixada Santista; ingressos para os shows podem ser adquiridos pelo site Ticket 360

Habitação

Em Guarujá, Prefeitura inicia segunda fase de obras no Parque da Montanha

Nesta fase, são 649 moradias destinadas a famílias do Complexo Prainha, em Vicente de Carvalho; já a 1ª fase de obras está sendo finalizada, faltando apenas entregar 49 unidades, o que deve acontecer até o final do ano

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software