Kayke traça objetivo no Santos: ‘Que não sintam falta do Pastor’

Reserva imediato no ataque, ele espera dar conta do recado sempre que o camisa 9 não estiver em campo. Neste ano, Kayke marcou um gol em seis jogos

Comentar
Compartilhar
23 MAR 2017Por Diário do Litoral17h12
O jogador quer receber novas oportunidades e traçou uma meta a ser cumprida no clubeFoto: Ivan Storti/Santos FC

Titular na vitória do Santos, contra o São Bento, em Sorocaba, o centroavante Kayke assumiu o lugar de Ricardo Oliveira, poupado, e, mesmo sem ter marcado, foi peça importante na vitória por 2 a 0. Ele quer receber novas oportunidades e traçou uma meta a ser cumprida no clube.

Quando receber oportunidade na equipe, o camisa 18 espera dar conta do recado e, desta forma, retirar uma "saudade" do torcedor com a ausência do capitão e titular. Contratado no início do ano, ele disputou seis jogos e marcou um gol na vitória sobre o Red Bull Brasil.

"O Ricardo é um ídolo, pra mim é um prazer fazer parte do elenco junto dele, partilhar vestiário, nossas conversas... Me faz muito feliz. Meu objetivo é jogar de maneira que não sintam a falta do Pastor. E eu vou continuar tentando fazer isso", afirmou o atleta.

Ele viveu situação parecida, em 2015. Na época, Kayke atuava com as cores do Flamengo e tinha que dar conta do recado quando o titular Guerrero não estava em campo. A missão foi concluída com êxito. Ele teve média de um gol a cada três partidas – foram seis, em 18 jogos.

"Não é uma tarefa fácil estar na mesma posição que Guerrero e Ricardo. São jogadores com grandes passagens por grandes clubes. Me sinto privilegiado por compartilhar disso. De estar tendo a oportunidade de estar no Santos e compartilhar com o Ricardo Oliveira", completou.

No duelo deste sábado, contra o Santo André, pela penúltima rodada do Paulistão, Kayke voltará ao banco de reservas. O técnico Dorival Júnior poupou Ricardo Oliveira, na última quarta-feira, mas conta com a presença do seu capitão no duelo deste final de semana.