X
Esportes

Kayke descarta ‘sombra’ de Ricardo Oliveira e se vê 100% para estreia

O jogador foi apresentado oficialmente e rasgou elogios ao parceiro de equipe. Ele, inclusive, pode assumir a vaga do artilheiro na estreia do Brasileirão

Kayke chega à Vila Belmiro com contrato de empréstimo, por uma temporada, e para ser nova opção alvinegra no comando do ataque / Matheus Tagé/DL

O Santos apresentou o primeiro dos cinco reforços anunciados para esta temporada, nesta terça-feira, na sala de imprensa do CT Rei Pelé. Após boa passagem pelo Flamengo e, por último, no Yokohama Marinos (JAP), o centroavante Kayke chega à Vila Belmiro com contrato de empréstimo, por uma temporada, e para ser nova opção alvinegra no comando do ataque.

O jogador não pretende ser a “sombra” de Ricardo Oliveira, capitão e titular da equipe. Ele fez elogios ao camisa 9, disse ter nele um espelho na carreira e disse que tentará aproveitar as oportunidades dadas ao técnico Dorival Júnior ao longo do ano. Em 2015, pelo Flamengo, ele enfrentou a concorrência de Guerrero, mas teve suas chances e caiu nas graças da torcida.

“Não posso ter a pretensão de tomar o lugar do Ricardo. Ele é titular porque tem méritos. Vou fazer minha parte para fazer parte desse grupo. A competitividade é natural. Cheguei no Flamengo para ser reserva do Guerrero e as oportunidades vieram de maneira natural. Sou muito profissional. Vamos a cada dia fazer nosso melhor. Se não me engano, temos mais de 70 jogos na temporada. Nenhum jogador vai conseguir ser titular em todos”, afirmou.

Para a estreia no Campeonato Paulista, ele tem a possibilidade de assumir a posição do centroavante Ricardo Oliveira. Recuperando-se de caxumba, o jogador, de 36 anos, ainda não se apresentou ao técnico Dorival Júnior, não realizou trabalhos físicos no CT Rei Pelé e não deve estar à disposição para o jogo contra o Linense, no próximo dia 03, na Vila Belmiro.

“Não sei se todos vocês (jornalistas) puderam acompanhar nosso treino pela manhã. Fizemos uma parte física forte. Eu estou me sentindo bem. Terminei o treino cansado, mas puxando fila (risos). Estou tentando dar o meu melhor para que estejamos prontos para essa estreia na temporada”, completou o jogador, em entrevista coletiva.

No Peixe, o centroavante Kayke ficará com a camisa número 18, antes utilizada por Vitor Bueno. O meia, aliás, ainda não tem uma definição sobre o seu novo número para esta temporada. Segundo a assessoria do clube, a tendência é que ele seja o dono da camisa 11, que era do meia Elano, ou a 7, eternizada pelo atacante Robinho, hoje no Atlético-MG.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Praia Grande

Mulher morre após se afogar no mar em Praia Grande

Ela estava junto do companheiro, que também se afogou. Ambos foram resgatados, mas a jovem não resistiu

Saúde

Mitos e verdades sobre os benefícios do sexo para a saúde da pele e dos cabelos

Especialistas explicam os reais efeitos da prática sexual na aparência e por que isso acontece

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software