Justiça permite a entrada de seis torcedores em jogo do Corinthians

O processo movido contra a Conmebol permite que estes torcedores possam adentrar os portões do estádio

Comentar
Compartilhar
27 FEV 201319h00

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu uma liminar nesta quarta-feira e garantiu a entrada de seis torcedores na partida entre Corinthians e Millonarios, no Pacaembu. O processo movido contra a Conmebol permite que estes torcedores possam adentrar os portões do estádio mediante a apresentação dos ingressos aos responsáveis por fazer a guarda do local.

O Timão foi punido pela morte do jovem Kevin Beltrán Espada, de 14 anos, em sua partida de estreia na Libertadores, contra o San José, em Oruro, na Bolívia. O clube terá de jogar todo o torneio com portões fechados e fracassou ao entrar com um recurso para cancelar esta ação. O clube chegou até a impedir a presença da imprensa no duelo, mas a Conmebol tratou de emitir um comunicado para garantir a transmissão da partida.

As autoridades já ampliaram o efetivo de policiais para impedir qualquer manifestação da torcida em frente ao Pacaembu. De acordo com a Justiça, os únicos que terão o direito de passar pelo bloqueio são: Armando José Terreri Rossi Mendonça, Milton Guilherme Rossi Mendonça, Gerson Mendonça Neto, Karina Bellinato Mendonça, Maurício Andreanelli Pimenta e Rodrigo Adura.

O Timão foi punido pela morte do jovem Kevin Beltrán Espada, de 14 anos (Foto: Divulgação)

Segundo o processo movido pelos corintianos, a punição imposta pela Conmebol fere o Estatuto do Torcedor Brasileiro e o Código do Consumidor, uma vez que a decisão de fechar os portões do Pacaembu atenta contra o direito de ‘ir e vir’. A ação foi julgada pelo juiz Antônio Carlos de Figueiredo Negreiros e divulgada oficialmente no site do Tribunal de Justiça de São Paulo.