Jornal alemão diz que Schumacher está 20 quilos mais magro

Dando continuidade a sua recuperação próximo da família, o ex-piloto foi internado no Centro Hospitalar Universitário de Cantão do Vaud, em Lausana, na Suíça

Comentar
Compartilhar
17 JUN 201409h31

Internado desde o dia 29 de dezembro de 2013, Michael Schumacher enfim despertou do coma nesta segunda-feira e deixou o Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, na França. Dando continuidade a sua recuperação próximo da família, o ex-piloto foi internado no Centro Hospitalar Universitário de Cantão do Vaud, em Lausana, na Suíça.

De acordo com informações do jornal alemão Bild desta terça-feira, Schumacher está 20 quilos mais magro desde que sofreu o acidente enquanto esquiava na estação de Meribél, então estima-se que ele esteja pesando cerca de 55 quilos.

A publicação também afirma que o heptacampeão mundial de Fórmula 1 ainda não pode falar, mas se comunica com os olhos, além de identificar vozes, principalmente a de sua esposa, Corinna. Segundo os médicos, Corinna Schumacher, que ficou ao lado do marido durante grande do tempo em que ele esteve internado, foi um dos grandes fatores que contribuíram com sua recuperação. Diariamente, ela conversava com Schumi, o que para os especialistas contribuiu com o processo de despertar.

Schumacher se acidentou enquanto esquiava na estação de Meribél (Foto: Divulgação/Ferrari)

Schumacher já consegue respisrar sozinho sem a ajuda de aparelhos em alguns momentos, mas os médicos preferem manter o auxílio das máquinas até que o alemão tenha melhores condições pulmonares. Também foi iniciada uma fase de terapia física, com o intuito de estimular os músculos de Schumi.

As respostas dadas pelo ex-piloto até o momento são consideradas boas pelos médicos, que ainda preveem uma “longa fase de recuperação” pela frente.