Joia da base, Rodrygo treina entre profissionais e Peixe tenta renovação

Visto como grande nome das categorias de base do clube, o atacante, de apenas 16 anos, treinou com profissionais nos últimos dias. Ele ainda não tem vínculo profissional

Comentar
Compartilhar
10 MAR 2017Por Diário do Litoral18h01
Rodrygo Goes tem sido utilizado nos treinos da equipe profissional desde a última quarta-feiraRodrygo Goes tem sido utilizado nos treinos da equipe profissional desde a última quarta-feiraFoto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC

Principal promessa das categorias de base do Santos, o atacante Rodrygo Goes tem sido utilizado nos treinos da equipe profissional desde a última quarta-feira, já que boa parte do elenco estava no Peru para a estreia do clube na Copa Libertadores da América 2017.

A expectativa é que o jogador continue sendo aproveitado nos trabalhos com a equipe principal. O técnico Dorival Júnior vê no atleta, de apenas 16 anos, um futuro promissor. A informação foi divulgada pelo Lance! e confirmada pela reportagem do Diário do Litoral.

A participação de Rodrygo na equipe principal também é uma manobra da diretoria santista para dar moral para o jovem atleta e convencer a sua família sobre uma renovação contratual. Por enquanto, ele ainda não assinou um contrato profissional com o Alvinegro Praiano.

O Santos tenta desde janeiro deste ano, quando o jogador atingiu idade para assinatura do primeiro contrato profissional, chegar a um acordo, mas ainda não teve sucesso. Ele já recebeu sondagens do futebol europeu, como o Liverpool (ING), mas quer fazer história no Peixe.

Apesar do desejo de permanecer na Vila Belmiro, a família do atleta entende que ele precisará receber um tratamento diferenciado, com aumento salario, custos de moradia, cursos e ações de marketing, assim como foi realizado com os ex-santistas Neymar Júnior e Gabriel Barbosa.

No Santos há quatro anos, Rodrygo foi destaque em todas as categorias que passou e desde 2015 já chama a atenção de Dorival Júnior. Ele ainda carrega no currículo o fato de ser o atleta mais jovem a assinar contrato com a Nike. Isto aconteceu em 2011, quando tinha 11 anos.