Invicto como mandante, Santos tem aproveitamento de campeão em 2015

No Campeonato Paulista, foram 11 partidas disputadas como mandante, com nove vitórias

Comentar
Compartilhar
18 MAI 201510h53

Campeão paulista em 2015, o Santos segue em busca de mais títulos na temporada. No que depender do retrospecto de invencibilidade da equipe como mandante nesse ano, o objetivo não está tão inalcançável assim, seja no Campeonato Brasileiro ou na Copa do Brasil.

No torneio estadual, foram 11 partidas disputadas como mandante, com nove vitórias. Na competição, a equipe venceu Ituano, Rio Claro, XV de Piracicaba, São Paulo e Palmeiras (duas vezes, na primeira fase e na final) – todos na Vila Belmiro.

Longe de Santos, mas ainda como mandante, os triunfos vieram sobre Red Bull Brasil, no Benedito Teixeira, e Linense e Audax, ambos no Pacaembu. Completando a lista da invencibilidade como anfitrião, estão os empates com São Paulo e São Bento, na etapa de pontos corridos.

Para alcançar a terceira fase da Copa do Brasil, pela qual enfrenta o Sport nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), na Ilha do Retiro, o Peixe conquistou duas vitórias no torneio diante de sua torcida.

Santos tem aproveitamento de campeão em 2015 (Foto: Divulgação/PMS)

A primeira delas veio no Estádio Martins Pereira contra o Londrina, por 1 a 0. Na ocasião, o clube optou por mandar o jogo para São José dos Campos para atrair um número maior de torcedores. Na fase seguinte, o Alvinegro Praiano garantiu o 1 a 0 sobre o Maringá, desta vez em seu próprio estádio.

Por fim, neste domingo, o Santos somou três pontos pela primeira vez na atual edição da Série A do Brasileirão justamente contra o bicampeão Cruzeiro, por 1 a 0, diante de 7.246 torcedores pagantes na Vila Belmiro.

“A vaga na Libertadores é apenas consequência se não formos campeões. Antes disso, o nosso pensamento aqui é de brigar pelo título, sim”, revelou Marcelo Fernandes, técnico alvinegro, sobre o foco do Santos no Campeonato Brasileiro.

Dentre os 14 jogos disputados como mandante em 2015, o clube conquistou 12 vitórias e 36 pontos, com aproveitamento caseiro de 85%. Para efeitos de comparação, vale lembrar que na última vez que venceu o Campeonato Brasileiro, em 2004, o Peixe precisou de 64%. Se o foco de Marcelo Fernandes for mesmo o título, o Santos tem tudo para encerrar o jejum nesse ano.