Incomodado, Tite não confirma que Alexandre Pato jogará clássico

Vale lembrar que o Corinthians investiu R$ 40 milhões no jogador e espera recuperar o valor ou boa parte dele em uma negociação em breve

Comentar
Compartilhar
25 OUT 201321h25

Alexandre Pato treinou normalmente nesta sexta-feira após ter assumido erro no Sul e pedido desculpas pelo pênalti mal batido diante do Grêmio. Mas a ferida da eliminação na Copa do Brasil ainda está aberta no Corinthians e o técnico Tite deve confirmar neste sábado que o atacante não inicia o clássico contra o Santos, neste domingo, em Araraquara (SP).

O pedido de desculpas do jogador, via assessoria de imprensa, foi considerado muito superficial. O jogador não expressou tal sentimento perante grupo e treinador e a diretoria não engoliu o arrependimento repentino do jogador após respostas frias logo após o jogo. O descontentamento com o camisa 7 ainda é grande no clube e seu afastamento só não aconteceu para evitar um tumulto grande no ambiente.

Vale lembrar que o Corinthians investiu R$ 40 milhões no jogador e espera recuperar o valor ou boa parte dele em uma negociação em breve. Nesta sexta, Tite mostrou-se visivelmente incomodado com o assunto. A ponto de após quatro perguntas, pedir para não responder mais sobre Alexandre Pato.

Contudo, ele não quis confirmar a escalação do jogador, que no trabalho formou dupla ofensiva com Emerson.

O pedido de desculpas do jogador, via assessoria de imprensa, foi considerado muito superficial (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

"Todos os atletas estão à disposição, é um momento decisivo para o Corinthians, mas amanhã (sábado) eu defino", despistou. Depois, deu a deixa. "Ele (Alexandre Pato) está convocado e à disposição porque entendeu a direção, o presidente, seu vice, o técnico e sua comissão, que a instituição Corinthians é maior do que qualquer coisa".

A cavadinha que tanto Alexandre Pato nega ter tentado dar irritou bastante o presidente Mário Gobbi. E por alguns dirigentes, o atacante nem treinaria mais com o grupo. O problema, além do investimento, é a carência do elenco com algumas baixas por lesão e também suspensão - o peruano Guerrero só volta em 2014 e Romarinho está suspenso.

Alexandre Pato, porém, vive a expectativa de dar a volta por cima. Nesta sexta, bem quieto e com semblante sério, ele trabalhou normalmente e com sossego, já que os cinco líderes da Gaviões da Fiel que foram ao CT evitaram fortes cobranças e passaram para o gerente Edu Gaspar a mensagem que queriam apenas o time com determinação.

O atacante, porém, está na mira caso volte a falhar. Ele promete que não. "Muito tem se falado sobre a minha cobrança de pênalti. Aceito todas as críticas pelo meu erro. Mas quero deixar claro que não fui displicente ou relapso para a batida", disse, em nota oficial. "Errei, sim, mas não fui dar cavadinha, nem tentar bonito. Tenham certeza de que estou tão p...da vida, chateado. Mas sou homem, assumo minha responsabilidade e sigo à disposição do Corinthians para tentarmos terminar o ano melhor do que estamos," completou, também com tom de adeus ao fim da temporada.