SEDUC

Hamilton passa mal e Mercedes substitui inglês por piloto reserva em teste da F1

O atual campeão mundial se sentiu mal por conta de uma febre e assim acabou se vendo obrigado a abandonar os trabalhos de pista

Comentar
Compartilhar
19 FEV 201513h37

Lewis Hamilton precisou deixar já na parte da manhã, nesta quinta-feira, o primeiro dia da segunda bateria de testes da pré-temporada da Fórmula 1, que começou a ser realizada no circuito de Barcelona. O piloto inglês conseguiu dar apenas 11 voltas com a sua Mercedes, que depois informou que o atual campeão mundial se sentiu mal por conta de uma febre e assim acabou se vendo obrigado a abandonar os trabalhos de pista.

Por meio de mensagem publicada em sua página no Twitter, a escuderia alemã destacou que Hamilton não reunia mais condições de seguir pilotando e revelou que o alemão Pascal Wehrlein, reserva da equipe, foi chamado para substituí-lo neste primeiro dia de testes em Barcelona.

Antes de ser chamado de última hora para substituir Hamilton, Wehrlein estava escalado para andar pela Force India, que também conta com carros impulsionados por motores da Mercedes. Com isso o alemão irá andar pelas duas equipes nesta quinta-feira, após acordo inicial que previa o piloto de testes andando apenas pela escuderia baseada em Silverstone.

O piloto inglês conseguiu dar apenas 11 voltas com a sua Mercedes (Foto: Luca Bruno/Associated Press/Estadão Conteúdo)

A Mercedes informou que apenas iria adaptar o seu carro para Wehrlein assumir o cockpit da equipe nos testes marcados para acontecer na tarde desta quinta, poucas horas depois da sessão inicial realizada nesta manhã em Barcelona. Nesta primeira sessão, Wehrlein chegou a completar dez voltas com o carro da Force India.

Essa segunda bateria de testes da pré-temporada da F1 contará pela primeira vez com todas as equipes do grid da categoria, cuja corrida que abrirá o campeonato de 2015 está marcada para 15 de março, em Melbourne, palco do GP da Austrália.