Guardiola diz que Gabriel Jesus está pronto, mas pede calma com brasileiro

O Manchester City acertou a contratação do jovem atacante junto ao Palmeiras no meio de 2016

Comentar
Compartilhar
21 JAN 2017Por Estadão Conteúdo17h30
Gabriel Jesus está prestes a fazer a sua estreia no futebol europeuFoto: Divulgação

Regularizado pelo Manchester City na última quinta-feira, Gabriel Jesus está prestes a fazer a sua estreia no futebol europeu. Nesta sexta, na véspera do próximo compromisso do time no Campeonato Inglês, diante do Tottenham, em casa, o técnico espanhol Pep Guardiola afirmou que o ex-jogador do Palmeiras está "pronto" para entrar em campo.

"Ele está em forma, está pronto para se incorporar ao time", disse Guardiola. "Ele vai nos ajudar no Campeonato Inglês", acrescentou o treinador espanhol, pressionado pelos últimos resultados ruins do seu time, especialmente a goleada de 4 a 0 aplicada pelo Everton no último fim de semana, o que o deixa apenas em quinto lugar na competição.

Guardiola, porém, pediu paciência com Gabriel Jesus neste início de passagem pelo Manchester City, alertando que o brasileiro não pode ser encarado como uma salvação para o time. "Ele é um jogador jovem, de 19 anos, não podemos esperar que vai resolver nossos problemas. Ele terá todo o tempo para se envolver", comentou.

O Manchester City acertou a contratação de Gabriel Jesus junto ao Palmeiras no meio de 2016, mas o atleta só se transferiu para a Europa no início deste ano, chegando no meio da temporada europeia. Guardiola alertou que isso vai dificultar a adaptação do atacante. "Seria mais fácil se ele pudesse ter chegado no início da temporada. Agora está no meio da temporada sem muitos treinamentos, mas ele é esperto, tem qualidade e vai nos ajudar", afirmou.

CHELSEA - Diego Costa está de volta ao Chelsea. Após ficar de fora da vitória sobre o Leicester City no último fim de semana, o atacante brasileiro naturalizado espanhol voltou a ser relacionado para o duelo deste domingo contra o Hull City, pelo Campeonato Inglês, pelo técnico italiano Antonio Conte, que garantiu ser o desejo do jogador permanecer no time londrino.

A informação oficial foi de que Diego Costa não enfrentou o Leicester City por causa de uma lesão nas costas. O próprio Conte, porém, não negou enfaticamente ter discutido com o jogador, que estaria interessado em sair do time londrino para aceitar uma oferta milionária do futebol chinês. "Ele retornou aos treinamentos na terça-feira com o resto da equipe. Acho que o jogador quer ficar no Chelsea. Ele está muito feliz em jogar conosco. Essa ideia (de se transferir) está longe da sua cabeça", afirmou Conte, tentando demonstrar que a situação envolvendo o artilheiro do seu time está resolvida.

Mesmo sem confirmar a escalação de Diego Costa como titular, o treinador italiano destacou que o centroavante está prestes a alcançar um marca relevante, de 100 jogos disputados pelo Chelsea. "É uma grande conquista para ele. Jogar cem vezes pela mesma equipe é algo grande e espero que comemore com uma vitória", disse.

O Chelsea lidera o Campeonato Inglês com uma vantagem de sete pontos para o segundo colocado Tottenham. O treinador, porém, pede para o time se concentrar em um compromisso de cada vez, sem pensar muito no futuro. "É importante encarar os próximos quatro meses de uma forma muito séria, nos concentrarmos no presente e não olharmos muito para frente", comentou.

MANCHESTER UNITED - O atacante Memphis Depay está fora do Manchester United. Nesta sexta-feira, o Lyon anunciou a contratação da jogador holandês, que assinou um contrato válido por quatro temporadas e meia com o clube francês e vai vestir a camisa de número 9 após ser apresentado pelo presidente Jean-Michel Aulas e pelo treinador Bruno Genésio.

Aulas explicou que Depay vai custar 16 milhões de euros ao Lyon (aproximadamente R$ 54,5 milhões), além de outros 6 milhões de euros (R$ 20 milhões) em um acordo de produtividade e mais 3 milhões de euros (R$ 10 milhões) caso renove o seu contrato com o time francês.

De qualquer forma, a negociação representa um prejuízo em relação ao que o Manchester United investiu em junho de 2015 para tirar Depay do PSV Eindhoven. Naquela oportunidade, o clube inglês desembolsou 31 milhões de libras (R$ 122 milhões, na cotação atual) para contratá-lo junto ao time holandês.

A oficialização da venda de Depay pelo Manchester United ao Lyon se dá apenas uma semana após o português José Mourinho, técnico do time inglês, declarar que a oferta apresentada pelo clube francês estava "longe do razoável".

Manchester United e Lyon estão fora da zona de classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões da Europa em seus torneios domésticos. O Lyon é o quarto colocado no Campeonato Francês. Por isso, tenta melhorar a qualidade do seu elenco com a chegada de Depay, que defendeu a seleção da Holanda na Copa do Mundo de 2014.

EVERTON - Mais um dos jogadores que saíram como promessa de "novo Messi" nas categorias de base do Barcelona, Gerard Deulofeu foi anunciado nesta sexta-feira como reforço do Milan. O jogador pertence ao Everton e foi emprestado à equipe italiana até o fim da atual temporada, apenas.

Deulofeu estreou pelo Barcelona no final de 2011, quando tinha apenas 17 anos. O espanhol, entretanto, nunca conseguiu se firmar no Camp Nou. Foi emprestado ao Everton e ao Sevilla e acabou adquirido em definitivo pelo clube inglês no início da temporada 2015/2016. Em um ano e meio, só fez 20 partidas como titular.

Preterido pelo técnico holandês Ronald Koeman, que prefere o equatoriano Valencia e o belga Lukaku, Deulofeu chega para brigar pela titularidade no gigante italiano, que vendeu o brasileiro Luiz Adriano ao Spartak Moscou, da Rússia. O Milan é quinto colocado no Campeonato Italiano e sonha voltar à Liga dos Campeões após três temporadas ausente.