Ganso planeja usar lições aprendidas no Santos para superar Bolívar

Meia pretende usar, na estreia do Tricolor na Copa Libertadores, experiência obtida no torneio quando ainda jogava pelo time santista.

Comentar
Compartilhar
15 JAN 201310h54

A conturbada saída de Paulo Henrique Ganso do Santos não fez com que o jogador simplesmente apagasse da memória os ensinamentos aprendidos durante a sua vitoriosa passagem pela Vila Belmiro. A experiência obtida, sobretudo na Copa Libertadores, será usada novamente na estreia pelo São Paulo no torneio continental, contra o Bolívar, no Morumbi. Quando o clube viajar até La Paz, porém, a altitude e hostilidade da torcida precisarão ser combatidas dentro e fora de campo.

Ganso e Bolívar tiveram um encontro nada agradável nas oitavas de final da última edição da Libertadores. O Santos enfrentou a altitude da capital boliviana e sofreu para completar os 90 minutos de jogo. Além dos efeitos atmosféricos e das duras entradas adversárias, a torcida não colaborou e atirou diversos objetos no gramado. Um deles acertou o rosto de Neymar em uma cobrança de escanteio e deixou o clima tenso na derrota por 2 a 1 – o Peixe venceu o jogo de volta por 8 a 0.

“A experiência que eu tive lá me fez tirar muitas lições sobre o que acontece fora de campo. Nós temos que pensar em jogar futebol e sem agredir os adversários ou jogar para torcida. Só precisamos jogar futebol”, comentou o meia, que, antes de pisar novamente no gramado do estádio Hernando Siles, terá de fazer a diferença para o São Paulo sair do Morumbi com um resultado favorável.

A primeira partida da pré-Libertadores será disputada na quarta-feira, 23, e, segundo Ganso, será a chance de o clube encaminhar a sua classificação sem depender do resultado obtido na altitude. “É fundamental conseguir um placar um pouco mais elástico no Morumbi. A gente só viajaria para confirmar a classificação. Lá, os jogadores que estão há mais tempo ficam a cem por hora e a gente sente um pouco quando tenta fazer mais força e não consegue”, opinou o meia.

Se o São Paulo se classificar para a fase de grupos da Libertadores, o time se encontrará com The Strongest, da Bolívia, Arsenal de Sarandí, da Argentina, e o conterrâneo Atlético-MG. Antes de fazer a sua estreia em mais uma edição do torneio, o Tricolor irá ao Morumbi no sábado para jogar contra o Mirassol, às 17 horas (de Brasília), pela primeira rodada do Campeonato Paulista.