Futebol de Neymar e Seleção encantam quenianos da São Silvestre

Os atletas revelam que também se rendem ao talento de um jogador que vem ganhando os holofotes pelo mundo: o craque Neymar, principal nome da atual geração verde e amarela

Comentar
Compartilhar
30 DEZ 201311h54

Edwin Kipsang e Mark Korir estão entre os favoritos a vencer a 89ª Corrida de São Silvestre, mas não arriscam a falar apenas de atletismo. Concentrados em São Paulo para a realização da prova nesta terça-feira, os dois atletas quenianos demonstram interesse no futebol brasileiro, revelando que também se rendem ao talento de um jogador que vem ganhando os holofotes pelo mundo: o craque Neymar, principal nome da atual geração verde e amarela.

Há um ano, Edwin Kipsang, vencedor da última edição da São Silvestre, faz seu treinamento em Nova Santa Bárbara, no interior do Paraná, e foi influenciado pelo desempenho do atacante, hoje no Barcelona, na escolha de seu time. Fã de futebol, o queniano escolheu o Santos como clube de coração. Ao ser questionado sobre os jogadores mais conhecidos em seu país de origem, apenas o nome do camisa 10 da Seleção Brasileira veio a mente do corredor.

Mark Korir também treina na cidade paranaense, mas não tem o mesmo contato com o futebol nacional. Ainda assim, o queniano também mostra interesse no principal esporte do Brasil. Ao falar sobre os times de sua preferência, o queniano optou por não escolher um clube, mas citar uma seleção pentacampeã mundial: “Eu gosto do Brasil. Tem um estilo de jogo diferente”, destacou o terceiro colocado da São Silvestre 2013.

O time comandado por Luiz Felipe Scolari, aliás, é a grande aposta dos dois corredores para o título da Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil. Com um discreto sorriso no rosto, Edwin Kipsang não demorou a dizer que acredita no hexacampeonato da seleção liderada por Neymar. Mark Korir, por sua vez, não ousou discordar. Cercado por jornalistas brasileiros, teve o mesmo palpite quando questionado sobre o Mundial do próximo ano.

O time comandado por Luiz Felipe Scolari, aliás, é a grande aposta dos dois corredores para o título da Copa do Mundo de 2014 (Foto: Marcio Cavalcanti/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Longe das câmaras, os quenianos também deixaram transparecer o interesse pelo futebol brasileiro. Ao lado de Stanlei Koech, outro atleta queniano que participará da São Silvestre, Kipsang e Korir apontavam para uma placa exibindo o logo da Copa do Mundo de 2014 na porta do hotel onde estão hospedados em São Paulo. O sorriso no rosto e a conversa bem humorada revelavam a admiração pelo país que sediará a competição mais importante desse esporte.