CAMPANHA DE 1 A 11

Flamengo vira sobre o Boavista e leva 22º título da Taça Guanabara

Rubro-negro confirma o favoritismo no Maracanã e garante vaga na finalíssima do Carioca

Comentar
Compartilhar
22 FEV 2020Por Folhapress20h10
Gabigol garantiu a virada do Fla no Maracanã, dando mais uma taça para a coleção rubro-negraFoto: ALEXANDRE VIDAL/CRF

O Flamengo é o campeão da Taça Guanabara! Em final contra o Boavista, o time rubro-negro confirmou o favoritismo após susto, e, de virada, venceu por 2 a 1, conquistando o primeiro turno do Campeonato Carioca. Assim, garantiu vaga na decisão do Estadual. Jean abriu o placar para o time de Saquarema, mas Diego e Gabigol fizeram a alegria dos torcedores da equipe da Gávea.

Vale ressaltar que, se o Flamengo vencer a Taça Rio, segundo turno do Carioca, só será campeão se tiver o maior número de pontos no somatório das duas partes da competição.

Pelo Estadual, os times voltam a campo no próximo fim de semana. O Fla recebe a Cabofriense, no Maracanã, no sábado, enquanto o Boavista enfrenta o Botafogo, no Nilton Santos, domingo.

O Flamengo começou a partida com os jogadores "desconectados". A equipe rubro-negra, quase toda reserva, mostrava não estar entrosada e errava bastante. Já o Boavista, conseguiu imprimir um bom ritmo e criou chances. Em meio a essa "blitz" inicial, Jean abriu o placar para o time de Saquarema, em cobrança de falta.

Após a parada técnica, porém, o Flamengo pareceu se encontrar e teve mais presença no campo ofensivo. Pedro, que cabeceou para fora, e Michael, que obrigou Klever a fazer grande defesa, chegaram perto de balançar a rede.

A pressão deu certo e, nos minutos finais da etapa inicial, o time rubro-Negro chegou ao empate, com Diego, que arriscou de fora da área e contou com um desvio para a bola chegar ao barbante.

 

A volta do intervalo mostrou um panorama diferente. O Flamengo começou melhor, "empurrou" o Boavista para o campo de defesa e passou a ditar o ritmo do duelo, criando chances de virar o marcador. O Boavista, por sua vez, apostava nas saídas em velocidade, aguardando o erro do adversário.

 

 

Jorge Jesus, então, colocou em campo Arão, Everton Ribeiro e Gerson, titulares do time, para buscar um novo cenário em busca da virada.

No fim da partida, foi de Gabriel o gol da virada do Fla no Maracanã, dando mais uma taça para a coleção rubro-negra. Antes, havia criado chances pelas pontas, pelo meio e também as desperdiçado, com finalizações tortas. Mas na hora da decisão, a torcida sabe pôde contar com seu ídolo.