Fifa aprova uso do árbitro de vídeo na Copa do Mundo

Desde 2016, testes estão sendo feitos em competições ao redor do mundo

Comentar
Compartilhar
16 MAR 2018Por Folhapress21h01
A Copa das Confederações de 2017 também teve o VAR à disposiçãoFoto: Divulgação/Fifa

A Fifa aprovou o uso do árbitro de vídeo na Copa do Mundo da Rússia. O presidente da entidade, Gianni Infantino, determinou a utilização do sistema duas semanas após a aprovação da International Board, órgão responsável por definir as regras do futebol.

Os árbitros podem recorrer ao VAR (sigla para o sistema de árbitro de vídeo) para revisar "erros claros" e "incidentes sérios que passaram despercebidos" envolvendo gols, pênaltis, cartões vermelhos e confusão na identidade dos jogadores.

Desde 2016, testes estão sendo feitos em competições ao redor do mundo. Na Europa, os campeonatos nacionais da Itália e da Alemanha adotaram o sistema, ocasionando algumas discussões.

A Copa das Confederações de 2017 também teve o VAR à disposição, recebendo críticas por causa da lentidão na decisão dos árbitros que comandam o sistema.

Apesar de reduzir o número de erros da arbitragem em campo, o VAR também é alvo dos críticos por atrapalhar a dinâmica do esporte e por, nem sempre, tirar a dúvida dos juízes.