X

Esportes

Fernando Prass admite chateação com indefinição de contrato no Palmeiras

O goleiro tem contrato até o fim do ano e ainda não foi procurado pela diretoria alviverde para abrir conversas sobre uma possível renovação

Folhapress

Publicado em 20/07/2017 às 20:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Fernando Prass tem contrato até o fim do ano com o Palmeiras / Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Fernando Prass admitiu a pessoas próximas e a jogadores no elenco que está chateado com a situação que vive no Palmeiras, segundo apurou o UOL Esporte. O goleiro tem contrato até o fim do ano e ainda não foi procurado pela diretoria alviverde para abrir conversas sobre uma possível renovação.

A chateação, vale destacar, não tem ligação com o fato de Prass ter ido para a reserva na última quarta-feira (19), no jogo contra o Flamengo. Obviamente, o goleiro prefere ser titular, mas entende que Jaílson merece ser testado neste momento.

Neste momento, Prass já poderia assinar um pré-contrato com outra equipe para deixar o Palestra Itália no fim do ano sem custos, mas ele não pretende fazer isso até que as conversas com o clube paulista estejam esgotadas.

O camisa 1 entende que não cabe a ele pressionar a diretoria para que as conversas sejam iniciadas e aguarda "de mãos atadas", como definem seus amigos, que Alexandre Mattos tome uma iniciativa.

Prass ainda não determinou quando encerrará a carreira, mas seu estafe entende que o goleiro teria condições de atuar em alto nível por pelo menos mais dois anos. Esse é, inclusive, o tempo ideal de contrato na cabeça de quem trabalha com o atleta. Ainda de acordo com o estafe do arqueiro, a indefinição contratual pode ser um dos motivos pela oscilação de desempenho do atleta.

Recentemente, Prass falhou em jogos do Campeonato Brasileiro, como contra o Coritiba, no Couto Pereira, e contra o Cruzeiro, no Mineirão.

Até o momento, a diretoria palmeirense afirma que não conversará com nenhum atleta sobre renovação contratual e diz não se sentir incomodada com a chance de Prass iniciar conversas com outra equipe. Egídio e Zé Roberto também têm seus vínculos acabando em dezembro e não foram procurados.

Fernando Prass chegou ao Palmeiras em dezembro de 2012 e foi o primeiro goleiro a se firmar desde a aposentadoria de Marcos. Ele tem 237 jogos com a camisa alviverde e o posto de ídolo após ser campeão da Copa do Brasil de 2015 e do Brasileirão de 2016.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Oportunidade

Praia Grande oferece 50 vagas gratuitas para oficina de fotografia

Inscrições começam na próxima segunda (22), no Palácio das Artes

Guarujá

Teatro Procópio Ferreira tem apresentações gratuitas na quinta (25)

Para complementar e fortalecer a mensagem passada na peça, será entregue um livro com a história encenada e outras atividades

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software