Estado vai liberar torcidas nos estádios a partir de novembro

O governador João Doria (PSDB) disse que o retorno das atividades será gradual, seguro e seguindo todos os protocolos de segurança

Comentar
Compartilhar
04 AGO 2021Por Da Reportagem18h12
Estádio da Vila Belmiro em SantosEstádio da Vila Belmiro em SantosFoto: TWITTER/SFC

O Governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (4) que a partir de 1º de novembro vai liberar a volta das torcidas nos estádios, assim como a presença de público em pé em shows e pistas de dança.

A medida faz parte do plano de flexibilização das atividades econômicas no estado, mesmo com o avanço da variante delta do coronavírus em São Paulo. Para permitir o retorno dos torcedores nos estádios, o governo trabalha com a expectativa de ter 90% da população vacinada com duas doses (ou dose única).

Até o momento, pouco mais de 23% da população acima de 18 anos concluiu o esquema vacinal contra o coronavírus no estado.

"Os eventos passam a ser permitidos em um modelo em que não há restrição de ocupação, mas permanece a restrição de distanciamento. Então, o cálculo de ocupação precisa ser realizado, porque não pode haver aglomeração, e as pessoas precisam estar distanciadas. O uso de máscaras permanece", afirmou Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico do estado.

O governador João Doria (PSDB) disse que o retorno das atividades será gradual, seguro e seguindo todos os protocolos de segurança. "Ainda estamos enfrentando a pandemia e realizando a vacinação. Os índices de casos, leitos e óbitos vêm caindo e nos permite flexibilizar de forma segura e cuidadosa", disse.

Até esta terça (3), a cidade de São Paulo já identificou ao menos 50 casos da variante delta, que, segundo relatório recente do Centro de Controle de Doenças dos EUA, piora o quadro clínico até dos infectados já vacinados. Na última semana, 346 das 645 cidades paulistas não registraram nenhum óbito por Covid-19. A taxa de ocupação de UTIs para pacientes com a doença chegou a 48% -a menor deste ano.

São Paulo não tem jogos com torcida desde março de 2020, quando os campeonatos tiveram de ser suspensos depois que a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou a pandemia de Covid-19.