Empresário confirma renovação de Barcos com Verdão até o fim de 2016

David Barcos, irmão e empresário do atacante argentino, confirmou que Barcos assinou contrato até o final da temporada de 2016.

Comentar
Compartilhar
10 JAN 201314h43

A promessa de Hernán Barcos em continuar no Palmeiras, enfim, ganha caráter oficial. O irmão e empresário do atacante, David Barcos, confirmou que o argentino já assinou contrato com o Palmeiras até 31 de dezembro de 2016, com aumento salarial – o vínculo anterior se encerrava no começo de 2015.

“O novo contrato foi assinado ontem (quarta-feira) à noite no centro de treinamento”, disse David Barcos à Gazeta Esportiva.net, por telefone. O representante do camisa 9 quis deixar clara a vontade de seu irmão em continuar no clube após sua primeira temporada na equipe.

“Um dos motivos foi a gratidão pelo clube. O Barcos cresceu em 2012 junto com o Palmeiras. É algo mútuo. Meu irmão fez um bom trabalho no Palmeiras e o Palmeiras dá uma boa visibilidade para o Hernán também. A vontade era de continuar, tem a paixão do torcedor e a boa vontade do clube, então decidimos renovar e estender o prazo do contrato”, comentou David Barcos.

Barcos chegou ao Palmeiras em janeiro do ano passado e marcou 28 gols. (Foto: Divulgação)

Hernán Barcos chegou ao Palmeiras em janeiro do ano passado e marcou 28 gols, um a mais em relação ao que tinha prometido quando se apresentou. Foi campeão da Copa do Brasil, mas não conseguiu evitar o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Por seu desempenho com a camisa verde, abriu mão de se naturalizar equatoriano e foi convocado pela primeira vez para a seleção argentina. Em meio à luta para o time não cair, colocou em dúvida sua sequência na equipe argumentando que jogar a segunda divisão poderia afastá-lo da disputa da Copa do Mundo de 2014.

A renovação de Barcos foi tratada pessoalmente por Arnaldo Tirone. Em um de seus últimos atos de esperança de reeleição, o presidente chegou a anunciar para conselheiros que o contrato estava renovado antes mesmo de o acordo ser firmado. Agora, porém, o clube cedeu aos pedidos do artilheiro.