Em teste para Libertadores, São Paulo tenta frear a Ponte Preta

Diferente do São Paulo, que pensa na Copa Libertadores, a Ponte almeja a liderança do Campeonato Paulista.

Comentar
Compartilhar
06 FEV 201311h05

A uma semana de iniciar sua participação na fase de grupos da Copa Libertadores da América, o São Paulo faz mais um teste no Campeonato Paulista, desta vez contra a Ponte Preta, nesta quarta-feira (6), às 22 horas (de Brasília), no estádio do Morumbi. Enquanto o Tricolor pensa no torneio continental, a Macaca almeja a liderança do Estadual.

Depois da derrota no clássico contra o Santos, o técnico Ney Franco confirmou a intenção de usar o Paulista como laboratório para fazer ajustes no Tricolor e, por isso, decidiu dar uma chance ao argentino Cañete, barrando o meia Paulo Henrique Ganso, que fica no banco de reservas. Quem também perdeu posição foi Paulo Miranda, cedendo sua vaga a Douglas. A ideia do comandante é encontrar a melhor formação para o confronto do torneio continental, dia 13, contra o Atlético-MG.

“A prioridade no primeiro semestre é a Libertadores. Lógico que isso não significa que vamos deixar o Estadual de lado, estamos levando a competição a sério, mas você tem um tempo maior de recuperação. Enquanto estivermos disputando a primeira fase do Paulista, vamos priorizar a Libertadores”, ponderou o comandante.

Ney Franco não vai poupar titulares nesta quarta-feira, mas usará apenas os reservas na rodada seguinte, no sábado, contra o Guarani, para evitar problemas antes do duelo em Minas Gerais. Para jogar contra a Ponte, o técnico não contará com Luis Fabiano, que está na Seleção Brasileira. Desta forma, Aloísio ganha sua chance entre os titulares.

O meia Jadson volta a ser o único armador do São Paulo, já que Ganso foi para o banco de reservas (Foto: Fernando Dantas/ Gazeta Press)

Outro importante jogador vetado é Rogério Ceni, que ainda se recupera de dores no ombro esquerdo e tem sua posição ocupada por Denis. A ordem no Tricolor é esquecer a derrota para o Santos, na rodada passada, e conseguir a recuperação no estádio do Morumbi.

“Não vamos diminuir por causa de uma derrota no Paulista, claro que é clássico e não queríamos perder, a torcida fica um pouco chateada, mas nosso grupo mostrou que tem qualidade. Estamos tentando ganhar um pouco de confiança e temos que demonstrar bom futebol, conseguindo as vitórias”, salientou o meia Jadson.

Com dois jogos a menos no Paulistão, o São Paulo acumula seis pontos na competição, enquanto a Ponte Preta divide a liderança com o Santos, ambos com 13. Em desvantagem nos critérios de desempate em relação ao Peixe, a Macaca quer surpreender no Morumbi para alcançar o topo isolado.

“O que tinha para comemorar já comemorarmos. O foco já é grande no São Paulo, pois vamos buscar a vitória para nos mantermos bem no campeonato e ajudar a Ponte Preta a conquistar o Estadual”, afirmou o ex-corintiano Chiquinho.

A equipe campineira tem dois desfalques para encarar o Tricolor. O meia Cachito Ramirez está defendendo a seleção peruana e deve ser substituído por Diego Rosa. Já Bruno Silva terá de cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo.

Ficha técnica

São Paulo x Ponte preta

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 6 de fevereiro de 2013, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: José Cláudio Rocha Filho (SP)
Assistentes: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Edson Rodrigues dos Santos (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Welton Orlando Wohnrath e Flávio Rodrigues de Souza (ambos de SP)

São Paulo: Denis; Douglas, Lúcio, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson, Cañete e Jadson; Osvaldo e Aloísio
Técnico: Ney Franco

Ponte Preta: Edson Bastos; Artur, Cléber, Ferrón e Uendel; Baraka, Memo, Cicinho e Diego Rosa; Chiquinho e William
Técnico: Guto Ferreira