Em Milão, Real e Atlético reeditam final da Liga dos Campeões de 2014

Além do título em 2014, o Real Madrid já ganhou outras nove edições da Liga dos Campeões e é o maior campeão do torneio

Comentar
Compartilhar
28 MAI 2016Por Gazeta Press13h30
Real e Atlético reeditam hoje final da Liga dos Campeões de 2014Real e Atlético reeditam hoje final da Liga dos Campeões de 2014Foto: AFP

A final da Liga dos Campeões da Europa acontecerá neste sábado, às 15h45 (de Brasília), no Estádio Giuseppe Meazza, em Milão. No entanto, a cidade que vai mesmo tremer com a decisão é Madri, capital espanhola. Isso porque Real e Atlético estarão em ação revivendo a final da edição de 2014, quando os merengues, de forma heroica, conseguiram um empate por 1 a 1 no minuto final da etapa complementar e atropelaram na prorrogação, aplicando 4 a 1 nos adversários.

Além do título em 2014, o Real Madrid já ganhou outras nove edições da Liga dos Campeões e é o maior campeão do torneio com dez títulos. Os atleticanos, por sua vez, ainda não conquistaram a Europa, fato que é minimizado pelos merengues.

“O que aconteceu no passado não interfere agora. O fato de termos muito mais títulos não vai ser um fator determinante agora. Até porque, se tiver algum peso, servirá apenas para ampliar a motivação de nosso adversário. Vamos encontrar muitas dificuldades e não trabalhamos com o passado, mas sim, com o que está por vir”, disse o técnico francês Zinedine Zidane, do Real Madrid.

O argentino Diego Simeone, treinador do Atlético de Madrid, também não quer pensar na decisão de 2014, e disse que não existe clima de vingança no Vicente Calderón.

“Revanche é uma palavra muito ruim, pois nos remete à derrota. Prefiro falar sobre a nova oportunidade de conquistar o título. Oportunidade é uma palavra muito mais bonita e adequada para este tipo de situação. Nós vamos a campo pensando neste jogo, em darmos o nosso melhor”, disse Cholo, que ainda destacou a difícil campanha que o Atleti teve de enfrentar.

“Eliminamos dois dos três principais times do momento na Europa (Barcelona e Bayern de Munique) e agora teremos uma final com a outra equipe dessa lista”, afirmou o treinador. Nas semifinais, os atleticanos avançaram graças ao gol qualificado, pois venceram em Madri por 1 a 0 e perderam em Munique por 2 a 1. Já o Real despachou o Manchester City com um triunfo pelo placar mínimo na capital espanhola após ter segurado o empate sem gols na Inglaterra.

“Nós vamos ver um grande jogo do ponto de vista tático e com grande potencial técnico. Acredito em uma partida bonita de se ver, e creio que o vitorioso vai ser o que tiver um pouco mais de talento a apresentar”, disse o goleiro atleticano Jan Oblak.

Apesar de a maioria dos discursos serem cautelosos, Gareth Bale, do Real Madrid, fez questão de provocar os adversários. O galês não poupou palavras para definir o tamanho da tragédia que seria para o Real Madrid não ficar com o título.

“Perder essa final seria um fracasso tão grande quanto chegar em último. Não vai ser um jogo fácil, mas sendo realista, nenhum jogador deste time do Atlético seria titular no Real”, provocou Bale.

para o confronto, o Atlético vai manter a base que já vem atuando junta, e as principais esperanças recaem na dupla de ataque composta pelo espanhol Fernando Torres e pelo francês Antoine Griezmann. O Real Madrid, por sua vez, continua sem poder contar com o zagueiro francês Raphael Varane, com lesão na coxa direita. Assim, a zaga será composta novamente por Sergio Ramos e Pepe.

Caso o duelo deste sábado termine empatado no tempo regulamentar, acontecerá uma prorrogação de 30 minutos, dividida e dois tempos de 15. Persistindo a igualdade, o campeão sairá na disputa de pênaltis. Antes da bola rolar, o renomado tenor italiano Andrea Bocelli e a cantora e autora norte-americana Alicia Keys comandarão as atrações musicais. O capitão da equipe campeã receberá o troféu das mãos do ex-lateral Cafu, como reza a tradição do torneio, que seleciona um ex-atleta para realizar a honraria.

FICHA TÉCNICA
REAL MADRID X ATLÉTICO DE MADRID

Local: Estádio Giuseppe Meazza, em Milão (Itália)
Data: 28 de maio de 2016 (Sábado)
Horário: 15h45(de Brasília)
Árbitro: Mark Clattenburg (Inglaterra)

REAL MADRID: Keylor Navas, Dani Carvajal, Pepe, Sergio Ramos e Marcelo; Toni Kroos, Luka Modric, Casemiro e Gareth Bale; Cristiano Ronaldo e Karim Benzema
Técnico: Zinedine Zidane

ATLÉTICO DE MADRID: Jan Oblak, Juanfran, José Giménez, Diego Godín e Filipe Luís; Koke, Augusto Fernández, Gabi e Saúl Ñíguez; Antoine Griezmann e Fernando Torres
Técnico: Diego Simeone