Em jogo fraco, Corinthians e Santos ficam no empate sem gols

Apesar de ser o mandante da partida e de ter a necessidade da vitória para voltar entrar no G-4, o Corinthians não alterou o padrão de suas últimas atuações e ficou à espera do Santos para, nos contra-ataques, tentar chegar ao gol.

Comentar
Compartilhar
26 OUT 2019Por Folhapress19h40
Marinho entrou no 2º tempo, mas não conseguiu furar a retranca corintiana.Foto: Facebook/Santos F.C.

Corinthians e Santos ficaram no empate de 0 a 0 neste sábado (26), em Itaquera, num resultado que desagradou as duas equipes.

Os corintianos chegaram aos 45 pontos e não conseguiram entrar no G-4, enquanto o Santos, com 52, não se igualou ao Palmeiras na classificação.

Apesar de ser o mandante da partida e de ter a necessidade da vitória para voltar entrar no G-4, o Corinthians não alterou o padrão de suas últimas atuações e ficou à espera do Santos para, nos contra-ataques, tentar chegar ao gol.

Com mais volume de jogo e com um toque de bola envolvente, o Santos não teve dificuldade para controlar a partida e ameaçar a meta de Cássio.

O atacante Soteldo acabou sendo o jogador mais acionado para tentar furar a defesa corintiana. E ele quase conseguiu alterar o placar em duas oportunidades seguidas.

A principal delas foi aos 24min, quando recebeu pela esquerda e, após fechar para o meio,acertou a trave do goleiro Cássio.

Na única vez que o Corinthians chegou com mais perigo, a jogada acabou saindo dos pés de Vágner Love. Ele escapou pela esquerda e cruzou para Júnior Urso completar de cabeça, mas Everson fez a defesa.

Para a etapa final, o Santos voltou com Marinho no lugar de Tailson e a substituição melhorou o ataque dos visitantes. Em dois lances, Marinho perdeu duas boas chances de abrir o placar. Na segunda, num chute de esquerda, Cássio teve que fazer bela defesa, aos 16min.

As entradas de Sornoza no lugar de Júnior Urso, e Mateus Vital na vaga de Janderson não alteraram o panorama da partida. Apesar de se entregar em campo, o Corinthians seguiu tendo dificuldades na criação.

Aos 45min, a vitória corintiana quase veio na bola parada. Sornoza cobrou falta com perigo, mas Everson fez bela defesa. Vágner Love ainda perdeu chance clara nos acréscimos, mas o clássico terminou sem abertura de contagem.

CORINTHIANS
Cássio; Michel, Manoel, Gil e Avelar; Ralf e Júnior Urso (Sornoza); Pedrinho, Vagner Love e Mateus Vital (Janderson); Boselli (Gustavo). Técnico: Leandro da Silva (auxiliar técnico).

SANTOS
Everson; Pará, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca (Jobson), Evandro e Jean Mota; Tailson (Marinho), Soteldo (Felipe Jonatan) e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0X0 SANTOS
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis
Público/Renda: 32.142 pagantes e 32.416 presentes/R$ 1.518.582,30
Cartões amarelos: Boselli. Danilo Avelar e Gil (Corinthians); Jobson (Santos)