Banner gripe

Em festa pelo milésimo jogo, Seleção encara a embalada Colômbia

Mano Menezes acredita que o jogo contra a Colômbia será um grande teste

Comentar
Compartilhar
14 NOV 201216h19

Pentacampeã do Mundo e reconhecida por praticar o futebol arte, a Seleção Brasileira chegará a seu milésimo jogo da história nesta quarta-feira (14), as 22h30, em Nova Jersey. Jogando em solo norte-americano e pressionados pela significativa marca, os comandados de Mano Menezes terão pela frente a forte Colômbia, liderada pelo artilheiro Falcao García.

Apesar do clima de expectativa, os critérios adotados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) têm gerado dúvidas entre historiadores do esporte. Segundo Rodrigo Paiva, assessor de imprensa da entidade, a lista não será divulgada na íntegra para evitar maiores polêmicas. Já os critérios serão publicados na própria quarta-feira.
 
Do que se sabe, as contas não levam em consideração duelos do time sub-17, sub-20 e nem das Seleções Olímpicas ou Pan-americanas. Na partida de estreia em 21 de julho de 1914, ainda sob a tutela da Federação Brasileira de Sports (FBS), a Seleção enfrentou os ingleses do Exeter City, hoje na Quarta Divisão do país, e venceu por 2 a 0.
 
Devido a esse duelo e à possível confusão gerada para computar recordes de gols e partidas de nomes como Pelé e Garrincha, as partidas contra clubes foram mantidas na lista. Em levantamentos da Revista Placar na década de 90, foram encontrados cerca de 70 confrontos com times, o que faria do jogo desta quarta o de número 1.029. Dessa maneira, a milésima partida teria acontecido na vitória por 2 a 0 sobre a Ucrânia, em 2010.
 
O clima de festa só deve durar até o início do jogo (Foto: Ik Keplicz-Associated Press)
 
Desde a estreia, até a goleada por 4 a 0 sobre o Japão, a Seleção foi protagonista de partidas históricas, incluindo as vitoriosas finais que deram o pentacampeonato mundial em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002, além dos marcantes fracassos de 1950, 1982 e 1998. No total dos 999 jogos, foram 631 vitórias, 216 empates e 152 derrotas.
 
Mas quando o assunto é o futuro, Mano Menezes prefere pensar que se trata de um duelo para continuar dando forma ao time que vai disputar a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014. Já a Colômbia, que faz boa campanha nas Eliminatórias Sul-americanas e ocupa a oitava posição no Ranking da Fifa, onde o Brasil é apenas o 13º colocado.
 
“Será um grande teste, pois a Colômbia atravessa um grande momento e com certeza vai querer ganhar do Brasil. Vamos ter condições de fazer importantes observações e ver como nossos setores se comportam diante de um rival que vai nos criar muitas dificuldades”, analisou Mano.

Colunas

Contraponto