Em busca do bicampeonato, Santos encara Goiás em final inédita

O duelo ocorre às 10 horas desta sexta-feira, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Comentar
Compartilhar
24 JAN 201320h49

Grande celeiro de craques do Brasil na última década, o Santos mostra mais uma vez a força de sua base, chegando à final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Para conquistar seu segundo título, – o primeiro foi conquistado em 1984 – o Peixe precisa superar o Goiás, que deixou para trás São Paulo, Vasco e Bahia para chegar à grande decisão. O duelo ocorre às 10 horas desta sexta-feira, no Estádio do Pacaembu.

O time da Vila aposta em seus valores individuais para levantar a taça da Copinha. Um destes valores, Neílton, saiu do banco e foi decisivo para o triunfo sobre o Palmeiras nas semifinais, marcando todos os gols da vitória por 3 a 2. Além dele, Giva, o titular, que deve voltar ao time junto com seu substituto, e o meia Léo Citadini tem chamado a atenção por suas atuações na Copinha.

Para chegar à final, o Santos se classificou com sete pontos no Grupo V, que contava com São Mateus-ES, Remo e Corinthians-AL. Na segunda fase, o Peixe atropelou o Náutico por 5 a 1 e nas fases seguintes precisou dos pênaltis para passar por Grêmio Osasco e Audax-SP, depois de empates no tempo normal por 1 a 1, e assim chegar às semifinais, em que derrotou o Palmeiras por 3 a 2.

Nas semifinais, o garoto Neílton marcou três vezes e levou o Santos a sua quarta final de Copinha (Foto: Divulgação/Santos FC)

O destaque do Goiás está debaixo das traves do time esmeraldino. O goleiro Paulo Henrique foi o grande responsável pelas classificações do time nas quartas e semifinais, ambas em disputas de pênaltis. Contra o Bahia, na última partida da equipe, ele defendeu quatro cobranças, sendo duas no tempo normal.

No Grupo L, que contava com Guarani, Lemense e Guarany-SE, o Goiás obteve 100% de aproveitamento e se classificou para segunda fase, em que encarou e goleou o Vasco, por 5 a 1. Depois, dois paulistas no caminho. Contra o Mogi Mirim, vitória tranquila por 2 a 0 e contra o São Paulo, gol no último minuto, empate por 2 a 2 e classificação nos pênaltis. Contra o Bahia, nas semifinais, a classificação também veio depois de disputa das penalidades máximas, após empate por 1 a 1 no tempo normal.

Ficha Técnica

Santos X Goiás

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo(SP)
Data: 25 de janeiro de 2013, sexta-feira
Hora: 10 horas (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima
Assistentes: Fabricio Porfilho de Moura e Marcos Rodrigues Monteiro

Santos: Gabriel; Canavarros, Wallace, Jubal e Emerson; Paulo Ricardo, Leandrinho, Pedro Castro e Léo Citadini; Neílton e Giva. Técnico: Claudinei Oliveira.

Goiás: Paulo Henrique; Clayton Salles, Alef, Murilo e Mário Sérgio; Raí, Liniker e Túlio; Paulo, Eric e Jarlan. Técnico: Augusto César.