Em "até logo" de Robinho, Sport arranca empate do Santos na Vila

O placar deste domingo não 'vingou' a derrota alvinegra na Ilha do Retiro, pela primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil. Os dois times voltam a se enfrentar depois da Copa América

Comentar
Compartilhar
31 MAI 201513h21

Um dia antes de se apresentar à Seleção Brasileira, Robinho viu o Santos empatar com o Sport neste domingo, na Vila Belmiro, por 2 a 2. O camisa 7 marcou o primeiro gol, viu Joelinton empatar e comemorou a cabeçada certeira de Werley. No fim, Samuel Xavier ainda encontrou tempo para empatar. O público no estádio superou as expectativas nesta manhã, mas vaiou o time no fim da partida.

O placar deste domingo não 'vingou' a derrota alvinegra na Ilha do Retiro, pela primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, por 2 a 1. Os dois times voltam a se enfrentar depois da disputa da Copa América.

O Rubro-Negro se manteve bem colocado na vice-liderança do Brasileirão. Enquanto isso, o Peixe aparece em nono lugar. O Peixe duela com o São Paulo no meio de semana, enquanto o Sport recebe o Goiás.

Santos insiste, e Robinho brilha com bonito voleio na Vila

O primeiro tempo de jogo na Vila Belmiro pôs em xeque duas estratégias diferentes: enquanto o Santos apostou na pressão para sair na frente no placar, o Sport acreditava nos contra-ataques rápidos pela direita com o estreante Maikon Leite. Melhor para o time da casa, que desceu aos vestiários com a vitória com gol de seu capitão Robinho.

Como o gol só saiu aos 43 minutos, o Santos teve tempo de sobra para incomodar o Leão. Inspirado, Lucas Lima desfilou um leque de ótimos passes pela Vila Belmiro e, por vezes, encontrou Ricardo Oliveira na área. Bem marcado, o camisa 9 não conseguiu balançar as redes, mas esteve presente em todas as jogadas de ataque da equipe.

O camisa 7 marcou o primeiro gol da partida contra o Sport (Foto: Lucas Baptista/Futura Press/Estadão Conteúdo)

O trio de ataque santista, inclusive, incomodou bastante. Rápido, Geuvânio comandou as descidas pela esquerda da equipe, enquanto Victor Ferraz liderava pela direita. Assim, com boa partida de Victor, Geuvânio, Lucas, Ricardo e Robinho o Santos chegou ao gol.

Aos 43, Daniel Guedes cruzou e o camisa 7 cabeceou para a defesa de Danilo Fernandes. Em posição irregular, Ricardo Oliveira mandou de cabeça na trave e a bola sobrou para Robinho, do meio da pequena área, emendar um lindo voleio e abrir o placar para o time da Baixada.

Sport empata rápido, mas zagueirão santista resolve

O técnico Eduardo Baptista mudou antes do início do segundo tempo e conseguiu resultado logo aos seis minutos de bola rolando. Maikon Leite e Régis deram lugar a Diego Souza e Élber, que deixaram o Sport com maior qualidade de passe no meio-campo e boas jogadas ofensivas com o camisa 87. Deu certo.

Lucas Lima errou em saída de bola e desabou no gramado sozinho, deixando Rithely livre para seguir caminho com a bola até a área e servir Joelinton. O camisa 9 apareceu sozinho para mandar no canto baixo direito do goleiro Vladmir, que nada pôde fazer para evitar o gol de empate leonino.

O Santos não demorou a reagir. Depois de tentar algumas jogadas e não ter sucesso, Geuvânio deu lugar a Gabriel. Cheio de vontade, o camisa 10 contagiou o restante do time a ir para o ataque. Aos 24 minutos, Lucas Lima cobrou escanteio e Werley, mesmo marcado, subiu mais alto que todos para cabecear e marcar seu segundo gol com a camisa branca.

O Sport conseguiu a vitória no último minuto de partida. Em boa descida pela direita, o lateral Samuel Xavier encontrou espaço para chutar de dentro da área e contar com uma ajudinha de Vladimir para marcar o segundo gol da equipe leonina.