Eduardo Sasha cala críticos e vira arma do Santos

Coube ao estreante técnico Jair Ventura apostar no futebol do gaúcho. O comandante foi colocando-o aos poucos e a chance foi aproveitada

Comentar
Compartilhar
27 FEV 2018Por Folhapress16h01
Sasha tem 3 gols no Campeonato PaulistaFoto: Divulgação/Santos FC

Enquanto flertava com o retorno de Robinho e Gabigol, a nova direção do Santos viu uma oportunidade de mercado e trouxe o atacante que terminou na reserva do Internacional durante a fase final do Brasileiro da Série B.

Para muitos torcedores, a contratação de Eduardo Sasha, 26 anos, não valeria a pena, pois nas categorias de base há uma geração de garotos pedindo passagem, principalmente no ataque.

Coube ao estreante técnico Jair Ventura apostar no futebol do gaúcho. O comandante foi colocando-o aos poucos e a chance foi aproveitada.

À vontade, Sasha foi decisivo na vitória sobre o Santo André, domingo, na Vila Belmiro. Chutou a bola que Neneca soltou nos pés de Gabriel Barbosa, o Gabigol. Depois, o camisa 27 ganhou de presente um passe do ex-zagueiro santista Domingos e fechou o placar em 2 a 0.

Dos três gols anotados neste Campeonato Paulista, esse foi o primeiro comemorado na casa alvinegra.

"O gol era apenas um detalhe pelo que a gente vinha mostrando na partida. Além disso, foi mais uma noite de felicidade para mim, ainda mais por marcar meu primeiro gol aqui [na Vila Belmiro]", analisou Sasha.

Parceria

O crescimento de Sasha foi ajudado também com o retorno de Gabigol. A dupla foi decisiva para o Peixe engatar três vitórias seguidas.

"Trabalhei forte na pré-temporada para saber aproveitar as oportunidades. Estou muito feliz pelo início de temporada e vou fazer de tudo para manter", disse o gaúcho, que já soma oito jogos, três gols e uma assistência com a camisa santista.

O desafio do atacante agora é a estreia na Taça Libertadores, na quinta-feira, contra o Real Garcilaso (PER), nos 3.400 m de altitude da cidade de Cusco.

"Teremos um jogo extremamente difícil, ainda mais pela altitude. Temos que saber jogar com inteligência", ensina o camisa 27.