Edu diz que o mundo está andando para trás no preconceito

Ex-jogador do clube esteve na nova Loja do Santos, ontem, 29, na capital paulista e falou sobre o preconceito que o futebol mundial está sofrendo

Comentar
Compartilhar
30 ABR 201413h17

O ex ponta-esquerda do Santos, Edu, esteve na noite de ontem, 29 de abril, na nova Loja oficial do Peixe, a Santos na Área. No evento, que aconteceu em São Paulo, o ídolo atendeu aos fãs e falou sobre o preconceito que o futebol mundial está sofrendo.

"Eu nunca vi nada parecido com isso. Há quase 50 anos não existia o preconceito que existe hoje no futebol mundial. Joguei na Suécia, na Alemanha, na Inglaterra e chegava lá e era idolatrado e super respeitado. Nunca sofri nenhum tipo de preconceito deste tipo, o mundo está andando para trás", afirmou.

Apresentado por Pelé, o ex-ponta-esquerda foi o atleta mais novo a ser convocado para sua primeira Copa do Mundo, com 16 anos. "Devo muita coisa ao Santos e fico muito feliz de poder retribuir em dias como esses, onde o reconhecimento que tenho com os santistas é muito gostoso", disse.

Edu atendeu aos fãs na noite de ontem (Foto: Divulgação)

Rafael Bedin, gerente de marketing da Meltex Franchising, afirmou que a presença de um dos maiores ídolos do Santos é um presente para os torcedores. "Queremos que o santista se sinta em casa dentro das lojas e uma forma de fazer isso é trazer ex-jogadores que já fizeram história dentro do clube".

Com 584 jogos pelo clube e 183 gols, Edu esteve no Santos de 1966 a 1976. Para ele, um evento onde possa ter contato com os torcedores, é incrível. "Não tinhamos um lugar como este há anos atrás, onde podíamos conversar sobre o jogo ou do nosso trabalho. junto com os próprios torcedores. O carinho deles é uma maneira de agradecer o que fizemos e nós agradecermos ao apoio que nos deram", exaltou.