Dorival prevê período complicado sem trio e pede paciência à torcida

Gabriel, Ricardo Oliveira e Lucas Lima realizam, neste domingo, o último jogo antes de se apresentarem à Seleção Brasileira. Ausências preocupam o treinador

Comentar
Compartilhar
20 MAI 2016Por Diário do Litoral19h07
Dorival Jr terá muito trabalho sem seus principais jogadoresDorival Jr terá muito trabalho sem seus principais jogadoresFoto: Divulgação/Santos FC

Paciência! É disso que o Santos precisará para superar as ausências de Lucas Lima, Gabriel e Ricardo Oliveira, segundo o técnico Dorival Júnior. Após o duelo deste domingo, contra o Coritiba, o trio se apresenta ao técnico Dunga para a disputa da Copa América Centenário, em junho.

Caso o Brasil chegue à final da competição, os principais jogadores do Alvinegro não estarão à disposição entre as rodadas 03 e 12 do Brasileirão. Além disso, o trio é alvo de sondagens da Europa e China, e pode nem retornar. Preocupado com a situação, o comandante prevê um período nebuloso.

"Vamos passar por um período complicado. O torcedor vai ter que ter paciência. São jogadores importantes deixando a equipe para ir à Seleção. O torcedor vai ter papel importante. Não se remonta um grupo do dia para a noite. Perderemos jogadores por cartões e lesões, também. Teremos que ter cuidado", afirmou Dorival.

Para sanar os iminentes problemas, a diretoria do Peixe trabalha nos bastidores para acertar novas contratações. A principal aposta é o atacante Jonathan Copete, do Atlético Nacional (COL), porém a equipe colombiana está classificada para semifinal da Libertadores e, caso avance a decisão, deve liberá-lo apenas no fim de julho.

Até o momento, o Santos acertou a contratação de quatro jogadores, sendo dois para o ataque. O centroavante Rodrigão, do Campinense, o atacante Emiliano Vecchio, do Qatar S.C, além do volante Yuri, que vem emprestado do Audax-SP, e o zagueiro Fabian Nogueira, do Banfield (ARG). Nenhum dos quatro citados, no entanto, deram início aos treinamentos no Peixe.

"Não conto com esses reforços para este momento. Eles chegarão apenas no mês que vem (junho). Em que estado chegarão? Reforço só é reforço quando está adaptado à equipe. Vou ter que encontrar essas peças no grupo de trabalho. Um elenco forte será fundamental para o Brasileiro", afirmou.