Dorival lamenta desfalques em revés e espera contar com trio na quinta

O técnico, porém, não se esqueceu da delicada situação da equipe no Estadual

Comentar
Compartilhar
05 MAR 2017Por Gazeta Press11h30
Dorival Júnior analisou o clássico em Itaquera como 'disputado ao extremo'Dorival Júnior analisou o clássico em Itaquera como 'disputado ao extremo'Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Apesar de o Santos pouco ter agredido o Corinthians na derrota por 1 a 0, na noite deste sábado, em Itaquera, Dorival Júnior analisou o clássico em Itaquera como “disputado ao extremo”. Após a partida, o técnico também lamentou os desfalques dos meio-campistas Renato e Lucas Lima e do centroavante Ricardo Oliveira.

“Tivemos um grande jogo, disputado ao extremo. Corinthians começou bem. Tentamos de todas as formas depois do gol, melhoramos consideravelmente adiantando nossa marcação. Natural que o gol tenha feito toda a diferença. O equilíbrio da partida foi grande, porém, o Corinthians conseguiu finalizar”, analisou.

Para o duelo de ontem, Dorival não pôde contar com três dos principais jogadores do elenco santista. Lucas Lima ficou de fora por lesão no joelho esquerdo, Ricardo Oliveira foi preservado para uma melhor cicatrização do ferimento na orelha direita e Renato ainda se recupera de um estiramento na panturrilha.

A expectativa do treinador é contar com o trio na quinta-feira, quando o Santos estreia na Copa Libertadores da América, às 21h45 (de Brasília), contra o Sporting Cristal, no Peru.

“São três jogadores que fazem falta a qualquer equipe. Os três no mesmo momento é natural que traga um prejuízo grande. Espero contar com os três na quinta-feira. Com a chegada deles, espero que a equipe volte a crescer”, afirmou.

Dorival, porém, não se esqueceu da delicada situação da equipe no Estadual. Após sete rodadas, o Peixe é o terceiro colocado do Grupo D, com 10 pontos, fora da zona de classificação.

“Temos nossas preocupações com o Campeonato Paulista e vamos lutar para obter uma das vagas para a segunda fase da competição. Paralelo a isso, a abertura que uma Libertadores traz, é um diferencial. Estamos preparando esses três jogadores para contar com eles”, concluiu.