Dorival Júnior sobre sumiço de Diogo Vitor: ‘Não quer nada com a vida’

Sem dar satisfação para a diretoria, o jogador não aparece no clube desde o fim do ano passado. Incomodado, o treinador fez críticas à sua postura no clube

Comentar
Compartilhar
10 FEV 2017Por Diário do Litoral16h35
O atacante Diogo Vitor sumiu mais uma vez dos trabalhos no SantosO atacante Diogo Vitor sumiu mais uma vez dos trabalhos no SantosFoto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Divulgação SantosFC

O atacante Diogo Vitor sumiu mais uma vez dos trabalhos no Santos. O jogador, de 19 anos, que já tinha colecionado problemas na última temporada, não se reapresentou aos trabalhos com o técnico Aarão Alves, no time sub-20, e voltou a criar polêmica. A diretoria do clube tentou entrar em contato com o atleta, mas ele não responde as ligações desde o fim de 2016.

Sabedor no novo incidente, o técnico Dorival Júnior mostrou irritação com a postura do jovem atleta, considerado um dos grandes jogadores das categorias de base do Peixe. No meio do último ano, Diogo chegou a ganhar oportunidades no time profissional em jogos contra o Botafogo e Atlético-PR, mas faltou em treinamento e foi rebaixado para a equipe B.

“Diogo não merece ser falado. Vamos evitar falar de um garoto que não quer nada para a vida dele. É uma pena”, afirmou o treinador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Por conta do sumiço, a diretoria do clube alegou abandono de trabalho e parou de bancar o salário do atleta. Legalmente, o clube até poderia pôr fim ao contrato de Diogo Vitor, válido até março de 2018, mas entende que é exatamente isso o que deseja o jovem atacante e seus representantes.

A Reportagem tentou entrar em contato com o jogador na tarde desta sexta-feira, mas não foi atendida. Caso apareça nos próximos dias, a tendência é que ele volte a ser opção no time sub-20. No entanto, não deve ser inscrito para os campeonatos da categoria nesta temporada.