Dorival Júnior elogia postura ofensiva em vitória: 'Esse é o espírito'

Após maus resultados nas últimas rodadas, o comandante alvinegro, enfim, conseguiu comandar uma vitória convincente do Peixe neste Brasileirão

Comentar
Compartilhar
05 JUN 2016Por Diário do Litoral16h12
Dorival Júnior ficou satisfeito com o desempenho do Santos na vitória por 3 a 0Dorival Júnior ficou satisfeito com o desempenho do Santos na vitória por 3 a 0Foto: Divulgação/Santos FC

O técnico Dorival Júnior ficou satisfeito com o desempenho do Santos na vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo neste domingo, no Pacaembu, em duelo válido pela sexta rodada do Brasileirão. Após três maus resultados (empate com Figueirense e derrotas para Internacional e Corinthians), o comandante acredita que o Peixe, enfim, conseguiu desempenhar um bom futebol neste Campeonato Brasileiro.

Desde que o meia Lucas Lima e o atacante Gabriel foram convocados à Seleção, e Ricardo Oliveira sentiu lesão no joelho direito, o Peixe não vinha repetindo as boas atuações que renderam o título do Paulistão. Neste final de semana, no entanto, a história foi diferente. Com nova postura em campo, o Peixe dominou os cariocas e e não teve dificuldades para chegar ao placar elástico.

"É a disposição que tivemos em campo. Agressividade no combate, preocupação em criar. Isso é o espírito do Santos. Resultado importante, mas muito mais pela maneira com que a equipe procurou o resultado. Tivemos dificuldades após o pênalti, mas, de uma maneira geral, tivemos uma boa postura. Já deixamos pontos importantes para trás”, avaliou.

Apesar dos elogios, o treinador sabe que a equipe precisará evoluir ainda mais para, enfim, chegar a uma vitória como visitante no Brasileirão. A equipe vem de 11 jogos seguidos sem vitória longe dos seus domínios e tentará neste domingo, contra o Santa Cruz, no Estádio do Arruda, acabar com a sina de perder fora de casa neste campeonato nacional.

"Nós temos de ter consciência que foi um resultado importante, nada além disso. A equipe não deixou de jogar nas duas partidas passadas por desaprender, e nem recuperou padrão para ter confiança total. Temos de ter calma. Mudamos muito nossa concepção de jogo em função das perdas, e agora temos de nos recompor dessa forma, encontrando novas peças, com a chegada de reforços, para que tenhamos o Santos um pouco mais forte, mais preparado para ser mais competitivo no Brasileiro", disse.

Com o resultado deste domingo, o Santos chegou aos sete pontos ganhos em seis rodadas disputadas. De forma provisória, ele assumiu a nona colocação na tabela de classificação e se distanciou do grupo que leva ao rebaixamento.