Dorival é chamado para reunião de emergência e pode deixar o Santos

Antes unanimidade junto à diretoria, o comandante vem sofrendo com muitas críticas nos bastidores e pode encerrar a sua segunda passagem pelo Alvinegro

Comentar
Compartilhar
04 JUN 2017Por Diário do Litoral17h12
Dorival Júnior pode deixar o Alvinegro PraianoDorival Júnior pode deixar o Alvinegro PraianoFoto: Ivan Storti/Santos FC

Após derrota do Santos para o rival Corinthians, no último sábado (03), o técnico Dorival Júnior foi convocado para uma reunião de emergência na Vila Belmiro, neste domingo, e pode deixar o clube. 

Antes unanimidade junto à diretoria, o comandante vem sofrendo com muitas críticas nos bastidores e pode encerrar a sua segunda passagem pelo Alvinegro - ele comandou a equipe no ano de 2010, nos títulos do Paulistão e Copa do Brasil, e retornou em julho de 2015. 

Parte da cúpula santista acredita que Dorival não tem mais controle sobre o elenco e não consegue engatar uma boa sequencia, mesmo após alto investimento e chegada de seis reforços. 

Neste ano, o Peixe decepcionou no Campeonato Paulista, sendo eliminado pela Ponte Preta nas quartas de final, e acumula três derrotas em apenas quatro partidas no Brasileirão. Em contrapartida, a equipe está garantida nas oitavas de final da Libertadores e nas quartas da Copa do Brasil. 

Dorival Junior é o técnico mais longevo da elite do futebol brasileiro, com 22 meses no comando do Peixe. Marcelo Cabo, do Atlético-GO é o segundo, com 14 meses, seguido por Zé Ricardo, do Flamengo, 12 meses, e Mano Menezes, do Cruzeiro, com 10.