Dorival aguarda definição médica para esboçar titulares contra o Fluminense

Alguns jogadores sentiram desgaste após a vitória sobre o Paysandu, na última quarta-feira, e podem ser preservados para estreia no Brasileirão, neste domingo (14)

Comentar
Compartilhar
11 MAI 2017Por Diário do Litoral19h48
Dorival deve promover algumas mudanças no setor defensivo e no meio de campoDorival deve promover algumas mudanças no setor defensivo e no meio de campoFoto: Divulgação/Santos FC

O técnico Dorival Júnior trabalhará em conjunto com o Departamento Médico para definir a equipe titular que entrará em campo no próximo domingo (14), contra o Fluminense, no Rio de Janeiro, pela estreia do Brasileirão. Por desgaste, alguns jogadores podem ser poupados pelo comandante.

Mesmo com vantagem, o Peixe mandou a campo, na última quarta-feira, o que tinha de melhor à disposição na vitória sobre o Paysandu, que garantiu a equipe nas quartas de final da Copa do Brasil. Ao fim do jogo, porém, alguns atletas demonstraram cansaço, despertando preocupação.

Autor de dois gols na vitória, por 3 a 1, sobre o Papão, o atacante Bruno Henrique deixou a partida com dores e foi atendido pelos médicos ainda no banco de reservas. Ricardo Oliveira e Renato, ambos com 37 anos, também acusaram problemas físicos e deixaram a partida antes do apito final.

“Para domingo, vou com aquilo que o departamento médico e a fisiologia me passarem. O desgaste foi muito grande (no Pará), e na próxima quarta-feira teremos um jogo (contra o The Strongest, em La Paz) com cinco graus, próximo a zero”, disse Dorival, citando o clima frio da capital boliviana.

Dorival prefere aguardar uma posição do Departamento Médico, mas deve promover algumas mudanças no setor defensivo e no meio de campo. O lateral Victor Ferraz, que atuou em 17 dos 21 jogos no ano, e o volante Thiago Maia, em 19 destes antes citados, podem ser preservados.

Certo mesmo é que o zagueiro David Braz e o atacante Copete não estarão à disposição para os duelos contra o Fluminense, no próximo dia 14, e o The Strongest, pela Libertadores (17). Eles sentiram lesão durante treinamentos na última semana e não têm previsão para um retorno.