Cuca ganha 3ª chance no Santos e enfrenta o Bragantino

Anunciado na sexta-feira (7), o treinador celebrou iniciar um trabalho desde o começo do Campeonato Brasileiro, torneio que venceu em 2016 com o Palmeiras

Comentar
Compartilhar
08 AGO 2020Por Folhapress12h12
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Cuca está de volta ao Santos para uma terceira passagem como técnico para substituir Jesualdo Ferreira, demitido na última quarta-feira (5). Será a chance de o treinador enfim conseguir executar um trabalho duradouro. Nas outras duas ocasiões, o número de partidas não chegou a 30.

Sua primeira passagem, em 2008, durou apenas 14 jogos e foi interrompida em meio a uma campanha ruim no primeiro turno do Brasileirão daquele ano. Cuca deixou o clube santista depois de três vitórias, quatro empates e sete derrotas.

De volta ao Santos, Cuca voltou a ser opção do clube dez anos depois, em meio à demissão de Jair Ventura. O treinador, que havia deixado o Palmeiras em outubro de 2017, retornou ao clube com contrato até o fim de 2019, mas viu um problema de saúde atrapalhar os planos.

Anunciado na sexta-feira (7), o treinador celebrou iniciar um trabalho desde o começo do Campeonato Brasileiro, torneio que venceu em 2016 com o Palmeiras.

Além da volta de Cuca, o que chama a atenção para a estreia deste domingo é o confronto contra o Bragantino após 22 anos pelo Campeonato Brasileiro.

A última vez que o time figurou na elite do futebol brasileiro foi em 1998, quando foi rebaixado, e coincidentemente foi contra o Santos, que na época era comandado pelo técnico Emerson Leão. O clube de Bragança perdeu por 2 a 0 e ficou na vice lanterna do campeonato.

Em números de confrontos, ambas as equipes se enfrentaram 37 vezes na história. Vantagem para a equipe santista com 18 vitórias, 11 empates e oito vitórias do Bragantino.

SANTOS
Vladimir; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca (Jobson) e Carlos Sánchez; Marinho, Kaio Jorge (Uribe) e Soteldo Técnico: Cuca

BRAGANTINO
Cleiton (Júlio César); Aderlan, Léo Ortiz, Ligger (Fabrício Bruno) e Edimar; Ricardo Ryller, Matheus Jesus e Weverson; Artur, Alerrandro (Ytalo) e Morato. Técnico: Felipe Conceição.

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 16h deste domingo (9)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)