'Covidinho' e 'Coroninha', web não perdoa Copa América no Brasil e cria mascotes

O Brasil se tornou o novo país-sede da Copa América após reunião emergencial na manhã desta segunda-feira

Comentar
Compartilhar
31 MAI 2021Por Da Reportagem14h50
Internautas não perdoaram decisão do Brasil de sediar Copa América após vizinhos terem negadoInternautas não perdoaram decisão do Brasil de sediar Copa América após vizinhos terem negadoFoto: Reprodução / Twitter

A internet não perdoou a decisão do governo brasileiro de ter aceitado, em poucos minutos de tratativas, sediar a Copa América enquanto a mesma administração levou meses para fechar negócio com empresas que forneceriam vacina para combater a pandemia de Covid-19 em território nacional. Em protesto, internautas decidiram criar mascotes pra lá de irônicos e batizaram alguns deles de 'Covidinho' e de 'Coroninha', enquanto a 'Cloroniquinha' também foi criada.

O Brasil se tornou o novo país-sede da Copa América após reunião emergencial na manhã desta segunda-feira (31), a Conmebol decidiu transferir para cá a realização do torneio, que seria inicialmente na Colômbia e na Argentina. A entidade ainda agradeceu o apoio do presidente Jair Bolsonaro em publicação no Twitter.

Pesou a favor do Brasil a expertise da organização da última Copa América, em 2019 (vencida pela Seleção). Além disso, outro argumento utilizado foi o fato do País ter mais estádios em boas condições para os jogos das equipes nacionais sul-americanas.

De acordo com a confederação, as datas de início e final do torneio estão confirmadas — 11 de junho e 10 de julho. As sedes e a tabela de jogos serão confirmados "nas próximas horas". A Conmebol estuda a possibilidade de fazer a final no Rio de Janeiro. O texto conta com informações do “G1”.

Até o início da reunião, a possibilidade de o Brasil organizar o torneio era descartada tanto pela CBF quanto pela Conmebol. Mas ao longo do encontro mencionou-se que o país tem estádios de Copa do Mundo que estão ociosos, como Mané Garrincha em Brasília, Arena da Amazônia, Arena Pernambuco e Arena das Dunas em Natal.

A ideia é colocar um grupo para jogar em Manaus e Brasília, o outro nos dois estádios do Nordeste. O Campeonato Brasileiro não será interrompido.

A Argentina deixou de ser sede da Copa América devido à piora da pandemia de Covid-19 no país. O ministro do Interior, Wado de Pedro, disse no domingo que organizar o torneio seria inviável, principalmente em Mendoza, Córdoba, Buenos Aires, Tucumán e Santa Fé.

A Colômbia, por sua vez, abriu mão da Copa América devido aos protestos populares vividos pelo país nas últimas semanas.

A entidade ainda agradeceu o apoio do presidente Jair Bolsonaro.