Corinthians testa força como visitante diante do Vitória

Será o primeiro duelo fora de casa do Timão no Brasileiro, tentando recuperar os pontos perdidos no empate com a Chapecoense

Comentar
Compartilhar
21 MAI 2017Por Gazeta Press14h00
Pedro Henrique herdou a vaga de Pablo e será titular, assim como JôPedro Henrique herdou a vaga de Pablo e será titular, assim como JôFoto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O Corinthians criou uma fama de bom visitante na atual temporada, principalmente em competições mata-mata, e tenta confirmar essa força na partida diante do Vitória, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Será o primeiro duelo fora de casa do Timão no Brasileiro, tentando recuperar os pontos perdidos no empate com a Chapecoense, na estreia, em Itaquera.

Longe dos seus domínios, na atual temporada, o clube do Parque São Jorge ostenta 64% de aproveitamento, com 14 jogos disputados, sete vitórias, seis empates e apenas uma derrota. Foram 20 gols marcados e apenas nove sofridos, tudo complementado com exibições como as obtidas diante de São Paulo e Ponte Preta, nas fases finais do Paulista, e da Universidad de Chile, pela Sul-Americana.

Em outro contexto, já que os duelos marcantes eram eliminatórios, o Alvinegro tenta provar que consegue adaptar seu estilo de jogo para os pontos corridos do Brasileiro. Para isso, conta com o meia Rodriguinho, autor de seis gols em partidas longe de Itaquera neste ano.

A  gente tem dificuldades quando encontra uma defesa muito sólida, diminuindo nossos espaços, por isso que, às vezes, nosso desempenho fora acaba sendo melhor. Estamos trabalhando para melhorar isso, para dentro de casa conquistar as vitórias também. Se a gente melhorar em casa e continuar assim fora, temos tudo para fazer um ótimo Brasileiro”, explicou o armador, que não se considera uma estrela no atual elenco.

“O pessoal dos adversários já fica um pouco mais alerta na marcação, com certeza. Mas não quero ser vistoa omo uma estrela. Quero dividir com meus companheiros essa responsabilidade para que a equipe toda seja muito forte. Um dia vai acontecer de eu decidir um jogo, um dia vai acontecer de ser o Jô, no outro o Jasdon. É importante ter todo mundo bem”, explicou o atleta, convocado por Tite para a Seleção Brasileira.

Em termos de escalação, o único problema para o técnico Fábio Carille será a ausência do zagueiro Pablo, que sentiu dores devido a uma fibrose na coxa direita e só deve voltar contra o Atlético-GO. Pedro Henrique, que encarou a Universidad de Chile, fora, e entrou contra a Chape, herdou a vaga na zaga ao lado do paraguaio Balbuena.

Do outro lado, os baianos tentam aproveitar o bom empate sem gols fora de casa com o Avaí, na estreia, para confirmar o bom momento em casa. O técnico Petkovic, que acumulou a função com a de diretor de futebol, deve mandar a campo uma formação sem grandes mudanças. Cleiton Xavier, ex-Palmeiras, provavelmente ficará a cargo da armação no meio-campo.

O único titular desfalque certo é o lateral direito Patric, que sofreu uma lesão muscular na coxa direita. Somam-se a ele nomes como Kanu, José Welison, Gabriel Xavier, Bruno Ramires e André Lima. O centroavante Kieza, por outro lado, pode voltar a ser relacionado.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X CORINTHIANS

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 21 de maio de 2017, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (PE)
Assistentes: Clovis Amaral e Cleberson do Nascimento (ambos de PE)

VITÓRIA: Fernando Miguel; Patric, Alan Costa, Fred e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia e Cleiton Xavier; David, Kieza e Paulinho
Técnico: Dejan Petkovic

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô
Técnico: Fábio Carille