Corinthians tenta acalmar a sua torcida diante do Vitória

No Barradão, a equipe do técnico Tite tentará acalmar a sua torcida, preocupada em função das eliminações no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores da América

Comentar
Compartilhar
22 MAI 2016Por Gazeta Press15h55
O criticado André terá mais uma oportunidade como titularO criticado André terá mais uma oportunidade como titularFoto: Djalma Vassão/Gazeta Press

A partida contra o Vitória, a partir das 16 horas (de Brasília) deste domingo, é válida apenas pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, porém já se tornou de vital importância para o Corinthians. No Barradão, a equipe do técnico Tite tentará acalmar a sua torcida, preocupada em função das eliminações no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores da América e do frustrante 0 a 0 com o Grêmio na semana anterior.

O estremecimento já é tamanho que o Corinthians chegou a abrir as portas do CT Joaquim Grava para um grupo de torcedores organizados durante a semana. Houve a promessa de apoiar os atletas – até mesmo aqueles já bastante contestados, como o centroavante André –, o que poderá mudar no caso de um novo fracasso em Salvador.

Um dos que não conseguiram esconder o desconforto com as cobranças, o meia Guilherme negou a existência de uma crise no Corinthians. “De forma alguma. Só tivemos uma rodada do Brasileiro e já estão apontando o campeão, os rebaixados. Isso não nos atinge. Vamos esperar o final do ano para ver os vencedores da competição”, desafiou o jogador, que não estava no desmanchado elenco campeão nacional em 2015.

Guilherme será uma das novidades na escalação de Tite, que tem testado alternativas para fazer o Corinthians render. Desta vez, ele apostará em Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto nas pontas, sacando o atacante paraguaio Romero da equipe titular. No gol, Walter ganhou a posição do ídolo Cássio. Na zaga, Balbuena (que, assim como Elias, virará desfalque em seguida, por causa da Copa América) voltará a formar parceria com Felipe, pois Yago continua suspenso preventivamente por doping.

Do outro lado, o Vitória teve um início de Brasileiro pior do que o do Corinthians – foi goleado por 4 a 1 pelo Santa Cruz no Arruda –, mas já esboçou uma reação ao eliminar a Portuguesa da Copa do Brasil com um triunfo por 3 a 1 no Barradão. O volante Willian Farias e os atacantes Marinho e Vander não puderam participar dessa partida, vetados pelo departamento médico, e seguiram como dúvidas.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X CORINTHIANS

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 22 de maio de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (Fifa-SC) e Bruno Boschilia (Fifa-PR)

VITÓRIA: Fernando Miguel; Norberto, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Marcelo, Leandro Domingues e Tiago Real; Alípio (Vander) e Kieza
Técnico: Vagner Mancini

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Felipe, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Marquinhos Gabriel, Guilherme e Giovanni Augusto; André
Técnico: Tite