SABESP AGOSTO DESK TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Corinthians mira até número de cartões para evitar desclassificação no Paulista

O time alvinegro, que vai encarar o Oeste às 16h deste domingo (26) - mesmo horário em que os bugrinos enfrentarão o São Paulo -, não depende só de si e terá que torcer pela ajuda direta do rival tricolor

Comentar
Compartilhar
25 JUL 2020Por Folhapress10h17
O zagueiro Danilo Avelar.Foto: Reprodução/Redes Sociais

Nos cálculos do Corinthians para evitar uma vexatória queda ainda na fase de grupos do Campeonato Paulista, até mesmo a quantidade de cartões vermelhos está em pauta na disputa com o Guarani.

O time alvinegro, que vai encarar o Oeste às 16h deste domingo (26) - mesmo horário em que os bugrinos enfrentarão o São Paulo -, não depende só de si e terá que torcer pela ajuda direta do rival tricolor na ultima rodada da fase de grupos.

No Grupo D, o clube campineiro leva vantagem de dois pontos (16 a 14) e um gol de saldo (4 a 3) para a equipe comandada por Tiago Nunes. Em um cenário simples, o clube de Campinas vai passar às quartas de final se vencer os são-paulinos.

Já o Corinthians, além da obrigação de vencer o Oeste fora de casa, precisará, portanto, que o São Paulo não perca. Caso o time do Morumbi vença, o time alvinegro estará classificado em segundo da chave se também ganhar seu compromisso.

Se o jogo dos são-paulinos terminar em empate, o Corinthians precisará vencer o Oeste e depois fazer as contas. Uma vitória por 1 a 0 deixaria os corintianos com menos gols marcados que o Guarani, terceiro critério de desempate e o eliminaria.

Se a vitória corintiana for por 2 a 1 ou mais, mas com um tento de diferença, o desempate será no número de cartões vermelhos, isso caso o Guarani empate fazendo dois gols a menos que o Corinthians -2 a 1 para os alvinegros e 0 a 0 no jogo dos bugrinos, por exemplo.

Nesse critério de fair play, no entanto, o Corinthians também está em desvantagem, de 3 cartões a 1. Esse critério de desempate por cartões também existe no Campeonato Brasileiro, mas apenas como a quinta regra, atrás do confronto direto entre as equipes envolvidas -algo que não acontece no Paulistão, pois os times do mesmo grupo não se enfrenta-, por isso não é comum ver esse cenário na competição nacional.

Caso a vitória do Corinthians sobre o Oeste seja por dois gols de diferença, um empate do Guarani com o São Paulo, independentemente da quantidade de gols, colocará o time de Tiago Nunes na próxima fase.

Para o confronto decisivo, o Corinthians seguirá sem contar com o volante Victor Cantillo, recuperado de Covid-19. Assim, o treinador corintiano deverá repetir a escalação da vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras na última quarta (22).

No outro jogo que interessa aos corintianos, o São Paulo deverá poupar parte de seus principais jogadores.

O Oeste, adversário do Corinthians na partida decisiva, também entrará em campo pressionado, já que tenta evitar rebaixamento. Com dez pontos, é o lanterna tanto do Grupo A quanto do campeonato.

O time rubro-negro tem três desfalques confirmados: Caíque França, Mantuan e Fabrício Oya, todos jogadores do Corinthians emprestados ao Oeste e que tiveram participação no confronto vetada.

OESTE
Glauco; Éder Sciola, Lídio, Sidimar e Gustavo Salomão; Wallace Bonilha, Betinho e Mazinho; Roberto, Bruno Paraíba e Bruno Lopes. T.: Renan Freitas

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos Augusto; Gabriel, Camacho e Luan; Ramiro, Everaldo e Boselli. T.: Tiago Nunes

Estádio: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Horário: 16h deste domingo (26)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Transmissão: pay-per-view