Corinthians fecha por 4 anos com zagueiro Marllon, ex-Ponte Preta

Além de Marllon, do jovem Matheus, ex-ABC, e também de Ralf, anunciado na segunda-feira (11), o Corinthians quer mais um jogador para provavelmente encerrar o ciclo de contratações do primeiro semestre.

Comentar
Compartilhar
13 FEV 2018Por Folhapress13h56
Marllon foi um dos destaques da Ponte Preta no ano passado.Marllon foi um dos destaques da Ponte Preta no ano passado.Foto: Divulgação/Fábio Leoni/Ponte Press

Com 25 anos, Marllon deve ser o novo zagueiro do Corinthians. A direção do clube alcançou acordo com o Cianorte-PR, dono do defensor, para adquirir 50% de direitos econômicos e assinar um contrato válido por quatro temporadas. O investimento é estimado em R$ 1 milhão, mas não deve ser o único dos próximos dias.

Além de Marllon, do jovem Matheus, ex-ABC, e também de Ralf, anunciado na segunda-feira (11), o Corinthians quer mais um jogador para provavelmente encerrar o ciclo de contratações do primeiro semestre. A direção do clube adota cautela ao abordar nomes, mas fará o máximo possível para entregar um jogador capaz de substituir Jô, em imediato, para a disputa do Paulistão e da Copa Libertadores.

O prazo é curto, já que as inscrições no Campeonato Paulista se encerram no próximo dia 23 e o clube também precisará definir os inscritos para a Copa Libertadores em prazo semelhante. A estreia no torneio continental é no dia 28, contra o Millonários-COL, e até lá Carille espera ter um reforço para a posição mais carente do time.

Um nome atualmente avaliado é o de Alan Kardec, 29 anos e em última temporada sob contrato no Chongqing Lifan-CHN. Com a aprovação de Fábio Carille, que gosta das características do ex-centroavante de São Paulo e Palmeiras, o Corinthians ainda não abriu negociações pelo atleta, mas é hoje um dos principais alvos para a posição. A chegada dele dependeria, porém, de um acordo com a equipe chinesa.

Antes das eleições do dia 3, o então presidente Roberto de Andrade chegou a tratar sobre a possibilidade de adquirir Henrique Dourado, mas os números que envolveriam o negócio fizeram com que o Corinthians se afastasse -o Flamengo contratou o centroavante. Gilberto, sem clube, também discutiu possibilidades, mas não houve consenso interno por sua contratação.