X
Esportes

Corinthians faz 3 a 2 no Mirassol e já tem a melhor campanha do Paulista

Neste sábado de Carnaval, empolgado pela recente vitória sobre o Palmeiras, a equipe comandada por Fábio Carille superou os desfalques e ganhou também do Mirassol

Crias do Terrão, Maycon e Léo Jabá foram titulares em mais um triunfo corintiano / Célio Messias/Gazeta Press

Antes apontado pelos críticos como a quarta força do futebol paulista em 2017, o Corinthians agora já é o dono da melhor campanha do Estadual. Neste sábado de Carnaval, empolgado pela recente vitória sobre o Palmeiras, a equipe comandada por Fábio Carille superou os desfalques e ganhou também do Mirassol, por 3 a 2, para alcançar o feito fora de casa.

O triunfo teve até uma virada. O Mirassol abriu o placar com um belo gol de Zé Roberto, driblando Pablo e chutando de fora da área aos 28 minutos. Ainda no primeiro tempo, o próprio zagueiro corintiano aproveitou uma falta cobrada por Guilherme Arana para empatar, e Maycon anotou o segundo após uma bicicleta torta de Kazim. Na etapa final, Xuxa balançou a rede em bola parada, e Pedro Henrique garantiu a vitória alvinegra com uma cabeçada.

Com os três gols e outros três pontos, o Corinthians passou a somar 15 na liderança do grupo A do Campeonato Paulista. O Mirassol, que vinha de quatro vitórias e um empate na competição, conheceu a sua primeira derrota, porém ainda está na ponta da chave D (a mesma do Santos), totalizando 13.

Agora tranquilo no Estadual, o Corinthians voltará a se preocupar com a Copa do Brasil. O jogo contra o Brusque, outra vez longe de Itaquera, válido pela segunda rodada, será na noite de quarta-feira. Existe a expectativa de que Carille promova a reestreia de Jadson em Santa Catarina.

Pelo Paulista, o Corinthians disputará clássico contra o Santos no sábado de 4 de março, em sua arena na Zona Leste de São Paulo. Um dia antes, o Mirassol buscará a sua reabilitação contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

O jogo – Mesmo com uma série de desfalques e sem a presença de um armador de origem em campo, o Corinthians dominou as ações nos primeiros minutos de partida em Mirassol. O time e a sua torcida pareciam impulsionados pela vitória sobre o Palmeiras, na rodada passada.

O Mirassol, no entanto, não faz boa campanha no Estadual à toa. Apesar de respeitar o Corinthians, como dizia o técnico Moisés Egert pouco antes de o jogo começar, a equipe da casa também incomodava a defesa visitante, principalmente com os avanços de Welinton Junior, Xuxa e Zé Roberto.

E foi o Mirassol que abriu o placar. Aos 28 minutos, Zé Roberto ficou com a bola fora da área e aplicou um belo drible em Pablo antes de soltar o pé. Acertou o canto da meta defendida por Cássio.

O gol desestabilizou momentaneamente o Corinthians. Àquela altura, as deficiências de Léo Príncipe estavam mais evidentes na ponta direita, e Fellipe Bastos e Léo Jabá já não acompanhavam o ritmo de Maycon no meio. Mais atrás, Gabriel tentava encurtar o caminho que levava a Jô e Kazim com chutes de longa distância.

Não demorou, contudo, para o Corinthians se reencontrar. Aos 38 minutos, Fellipe Bastos permitiu que Guilherme Arana cobrasse uma falta da esquerda, e o lateral fez o levantamento na área. Lá dentro, Kazim dominou a bola com o peito, caindo, e Pablo completou para dentro com uma conclusão torta.

O empate bastou para o Corinthians voltar a ser dominante em Mirassol. A ponto de alcançar a virada ainda na primeira etapa. Aos 43, Jô cruzou da direita, e Kazim errou a bicicleta na área. Ou melhor, acertou. A bola sobrou limpa para Maycon finalizar na saída do goleiro Vagner.

No segundo tempo, passou a chover bastante, ficando mais difícil chegar ao gol adversário. Sem se importar com o temporal e com os escorregões, já que estava atrás no marcador, o Mirassol se lançou ao ataque, enquanto o Corinthians adotava uma postura mais cautelosa.

Com boa consistência defensiva, o Corinthians não chegou a ser ameaçado, mas também parou de ser perigoso no ataque. O que fez a torcida pedir a entrada de Romero. Carille deu ouvidos ao público e mandou o paraguaio a campo no lugar do aplaudido Léo Jabá, aos 25 minutos.

A entrada de Romero inicialmente trouxe apenas mais fôlego e disposição ao Corinthians, que desperdiçou a chance de ampliar, aos 34, quando Kazim ficou com o gol aberto e chutou para fora. Quase em seguida, Carille trocou Jô por Marciel.

O técnico do Corinthians só não contava que uma bola parada fizesse a diferença para o Mirassol. Aos 36, Xuxa cobrou falta com perfeição, e Cássio, parado, só observou a bola entrar. A torcida da casa vibrou bastante, como se a igualdade já estivesse sacramentada.

Não estava. Apenas dois minutos mais tarde, Guilherme Arana ficou com uma sobra de bola em cobrança de escanteio e voltou a erguer na área. Vagner tentou afastar de soco, mas parou em Romero. Pedro Henrique, então, subiu para cabecear com firmeza e devolver a vitória ao Corinthians, agora o time de melhor campanha do Campeonato Paulista.

FICHA TÉCNICA
MIRASSOL 2 X 3 CORINTHIANS

Local: Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP)
Data: 25 de fevereiro de 2017, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Furlan (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Luís Alexandre Nilsen (SP)
Cartões amarelos: Paulinho (Mirassol); Fellipe Bastos e Pedro Henrique (Corinthians)
Gols: MIRASSOL: Zé Roberto, aos 28 minutos do primeiro tempo, e Xuxa, aos 36 minutos do segundo tempo; CORINTHIANS: Pablo, aos 38, e Maycon, aos 43 minutos do primeiro tempo; Pedro Henrique, aos 38 minutos do segundo tempo

MIRASSOL: Vagner; Mario Sérgio, Wallace, Edson Silva e Raul (Luiz Fernando); Willian, Paulinho, Welinton Junior (Bruno Sávio) e Xuxa; Zé Roberto e Rodolfo (Rafhael Lucas)
Técnico: Moisés Egert

CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Fellipe Bastos, Léo Jabá (Romero) e Maycon (Moisés); Jô (Marciel) e Kazim
Técnico: Fábio Carille

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Oportunidade

Praia Grande tem 23 vagas de emprego disponíveis no PAT

Interessados devem comparecer ao local para retirar carta de encaminhamento

Cotidiano

Prefeitura de Mongaguá promove protagonismo infantil em minissérie

O projeto 'Liga do ECA' foi inspirado pela 'Liga da Justiça' e as crianças puderam construir seus personagens de acordo com os ensinamentos passados pelos educadores

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software