Corinthians espera por Jadson no Brasil após rescisão na China

Confiante na contratação do meia Jadson, a cúpula alvinegra aguarda a oficialização da rescisão na China e o desembarque do atleta para definir sua contratação

Comentar
Compartilhar
17 JAN 2017Por Gazeta Press13h00
Camisa 10 na conquista do hexa, Jadson está próximo de oficializar sua saída da ChinaCamisa 10 na conquista do hexa, Jadson está próximo de oficializar sua saída da ChinaFoto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

O elenco do Corinthians está em Orlando, nos Estados Unidos, local onde disputa a Copa Flórida a partir de quarta-feira, contra o Vasco, às 22h (de Brasília),  mas a diretoria está de olho na chegada de um atleta específico na capital paulista. Confiante na contratação do meia Jadson, a cúpula alvinegra aguarda a oficialização da rescisão na China, acertada na segunda, e o desembarque do atleta em São Paulo para definir sua contratação.

O clube trata o negócio com muita cautela, principalmente após o diretor de futebol, Flávio Adauto, ter afirmado na última semana que o vínculo de Jadson com o Tianjin Quanjian-CHN “já havia sido rescindido”. O próprio dirigente admitiu ter se precipitado na ocasião, dizendo que cometeu um “equívoco” dias depois, e agora a posição oficial é só tratar do armador quando o contrato estiver assinado.

Para que isso aconteça, o empresário do jogador, Marcelo Robalinho, espera que o Tianjin oficialize o acordo feito na segunda-feira e libere o atleta para vir ao Brasil. Com saudade de morar no país, Jadson vê com bons olhos o retorno ao Alvinegro e já tem ideia de que chegaria para ganhar aproximadamente o mesmo que recebia quando foi campeão brasileiro, em 2015.

A única coisa que pode impedir o acerto seria uma proposta de um grande centro europeu, algo visto como “muito difícil” pelas partes devido aos 33 anos do atleta. Nos últimos dias, o camisa 10 chegou a ser sondado por outros dois clubes brasileiros, mas ambos foram informados que o Corinthians tem prioridade nas negociações.

Apesar da parcimônia demonstrada com relação à contratação de Jadson, a confiança é tão grande que o Corinthians abriu mão de ter Wagner, atleta que já havia até realizado exames médicos pelo clube, para fechar com o ídolo da torcida. Adquirido em 2014, por meio de uma troca com o São Paulo envolvendo Alexandre Pato, Jadson fez 120 partidas pelo clube do Parque São Jorge e marcou 24 gols.

Ainda que seja oficializado nesta terça, porém, Jadson não vai viajar para a disputa da Copa Flórida, nos Estados Unidos, que começa quarta-feira, contra o Vasco. Ele faria um protocolo semelhante ao do zagueiro Pablo, que chegou ao Brasil no domingo e, após acertar alguns detalhes da vida pessoal, treinará nesta semana no CT Joaquim Grava esperando o retorno dos companheiros, marcado para o dia 23.

Além dele, nomes como o goleiro Walter e o meia Danilo, que se recuperam de lesão, também têm utilizado o CT diariamente na ausência do grupo de atletas.