Corinthians e Tite começam a tratar sobre a renovação de contrato

A diretoria já tem até uma proposta em mãos: mais um ano de vínculo e reajuste de cerca de 20% no salário do treinador

Comentar
Compartilhar
11 NOV 201319h56

Ao vencer o Fluminense, atingir os 45 pontos e ficar muito próximo do objetivo de afastar qualquer chance de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, Corinthians e Tite vão tratar sobre a renovação de contrato. A diretoria já tem até uma proposta em mãos: mais um ano de vínculo e reajuste de cerca de 20% no salário do treinador.

Essa conversa, que será comandada pelo empresário do técnico com a diretoria, deve acontecer depois do jogo contra o Coritiba, nesta quarta-feira, no Paraná, pela 34.ª rodada, ou na pior das hipóteses, após o jogo de domingo contra o Vasco, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Mas essa proposta de reajuste de salário não terá interferência na decisão do treinador em permanecer no clube. Tite quer ouvir da direção e também do presidente Mário Gobbi qual o projeto para 2014 e principalmente quer ter segurança e apoio dos dirigentes para continuar comandando o time.

Tite vem sendo fritado por pessoas dentro do clube, de dirigentes à conselheiros com trânsito na direção. Há quem defenda o retorno de Mano Menezes, embora nem este é unanimidade Oswaldo de Oliveira, do Botafogo, é o preferido do gerente de futebol Edu Gaspar, no caso de troca de comando.

Corinthians e Tite vão tratar sobre a renovação de contrato (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

Tite, na verdade, ainda não se decidiu se quer continuar ou não no Corinthians. O que está certo na cabeça dele é que não comandará nenhuma outra equipe no Brasil em um curto espaço de tempo, caso ele deixe o Corinthians. Neste caso, ou Tite vai dirigir uma equipe fora do País ou passará por um período sabático. Estaria portanto descartada a chance de ele comandar Santos ou Internacional, por exemplo.

O Corinthians pode, nesta quarta, garantir matematicamente a permanência na Série A, se ao menos empatar o Coritiba e alcançar a meta estabelecida de 46 pontos. Foi o restou para a equipe, que no início do campeonato era apontada como favorita ao título.

Alexandre Pato, autor do gol da vitória contra o Fluminense no último domingo, em Araraquara (SP), pode voltar ao time caso o meia Renato Augusto, desgastado, não possa jogar. O volante Guilherme também é dúvida.